O que poderá vir a ser o Parque Municipal de Penacova

1
2

O projecto visa a construção de um edifício multiusos e de serviços com parque de estacionamento, na zona do Parque de Ténis de Penacova. A implantação do edifício procura um enquadramento com o território de forma harmoniosa, adaptando-se ao declive por plataformas, organiza-se em 7 pisos. O piso superior destina-se ao jardim, à entrada automóvel e as salas de reuniões. Os restantes pisos destinam-se ao parqueamento automóvel, ao restaurante/café e ao salão de festas.

O edifício nasce condensado entre dois muros pré-existentes como se fossem dois braços que o condicionam e delimitam. Os muros têm uma forte relação com o projecto, são a fronteira entre a proposta e o existente.
Propõe-se que o edifício se encaixe, se adapte ao terreno por plataformas vencendo suavemente o desnível e permitindo assim a acessibilidade a várias cotas. Pretende-se também que tenha um papel importante na acessibilidade urbana, pois funcionará como um EIXO VERTICAL que interliga duas ruas de cotas distintas (com cerca de 28m de diferença), sendo assim uma opção confortável para quem pretende deslocar-se de um nível para o outro.
Pretende-se uma relação FORMA / FUNÇÃO evidente para quem vive o espaço, isto é, que os VOLUMES evidenciem a sua importância relativamente à sua FUNÇÃO.
O JARDIM, espaço Público por excelência, pretende-se que seja a transição entre a Rua e o Restaurante/Café, e também um espaço de encontro, de convívio onde o visitante possa desfrutar tranquilamente da paisagem.
A ÁGUA, como elemento natural, (sempre presente em Penacova através do rio Mondego), exerce um papel fundamental no projecto – interliga todas as plataformas independentemente da sua cota altimétrica conferindo uma unidade ao Projecto.

1 COMENTÁRIO