CIDADANIA – Petição por melhores condições de saúde na freguesia de Lorvão

0
4
Este texto serve de fundamento a uma Petição que está a ser levada a cabo na Freguesia de Lorvão, com o objectivo de pressionar as entidades competentes a garantirem melhores cuidados de saúde à população.

Considerando que a Freguesia de Lorvão possui uma Extensão de Saúde há mais de 36 anos, sendo a mesma dotada com dois médicos de família que prestam cuidados de saúde a cerca de 3000 pessoas;

Considerando que desde Novembro último uma das médicas que prestava serviço na Extensão de Saúde de Lorvão, deixou de exercer ali estas funções, não tendo sido substituída até à presente data, encontrando-se assim cerca de 1500 utentes privados dos cuidados de saúde familiares, com todas as consequências que daí podem advir;

Considerando que os médicos de família são o efectivo acesso das pessoas a cuidados médicos de prognose e de continuidade;

Considerando que, a situação financeira actual das famílias se encontra de tal modo degradada que não permite o recurso a consultórios médicos privados e ao recurso a transporte para o Centro de Saúde;

Considerando que a mesma Extensão de Saúde se encontra instalada num edifício partilhado com a Junta de Freguesia de Lorvão, cujo espaço, de reduzidas dimensões, não tem condições mínimas para a prestação, com qualidade, de cuidados de saúde aos utentes, nem condições de trabalho dignas aos funcionários e profissionais de saúde. Basta termos em consideração, como mero exemplo, o facto de não serem garantidas por vezes condições de privacidade aos doentes, em virtude da comunicabilidade de consultórios com espaços administrativos e de espera;

Considerando que existe a possibilidade, já confirmada pelas autoridades regionais de saúde, da Extensão de Saúde de Lorvão poder ser transferida para as antigas instalações da Administração do Hospital Psiquiátrico de Lorvão – edifício da hospedaria do Mosteiro;
Considerando que da parte da Administração do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Coimbra, de que faz parte o anteriormente designado Hospital Psiquiátrico de Lorvão, existe concordância relativamente à cedência do referido espaço para a instalação da Extensão de Saúde;

Considerando que a Administração Regional de Saúde se comprometeu, em Fevereiro de 2009, e depois em reunião realizada no dia 9 de Novembro com a Junta de Freguesia de Lorvão, a proceder à realização de obras, aliás pequenas, de adaptação do mencionado edifício para a instalação da Extensão de Saúde de Lorvão;

Considerando que a própria ARS estabeleceu, como calendário, a realização das necessárias obras entre Fevereiro e Março de 2010 e a instalação da Extensão de Saúde no novo espaço em Abril de 2010;

Considerando que até à presente data nada foi feito;

Esta situação urge ser resolvida. Não é possível continuar a adiar a solução para os problemas enunciados. Não acreditamos que não haja condições de garantir o acesso, de forma eficaz, a cuidados de saúde primários a uma comunidade com cerca de 4500 habitantes.

Os abaixo signatários da presente petição, utentes da Extensão de Saúde de Lorvão, vêm solicitar a V. Exa. a resolução destes problemas, devendo, para tal, proceder com urgência à substituição do médico em falta exortando a Administração Regional de Saúde do Centro a desenvolver esforços para que, tão rápido quanto possível, sejam criadas novas instalações para a Extensão de Saúde de Lorvão, como forma de assegurar a melhoria da qualidade dos serviços de saúde a prestar aos utentes, só possível, também, com melhores condições de trabalho para os funcionários e profissionais de saúde.

Ficam desde já convidados todos a assinar a petição.