OPINIÃO – Vão-se os anéis…

10
1
Soube-se, na última assembleia municipal, que a próxima edição do festival de folclore Festitradições de Povos do Mundo, não se irá realizar este ano. O porquê de tal decisão, também não sei explicar, mas há quem afirme que os verdadeiros motivos se prendem com a contenção orçamental, imposta pela crise que a todos afecta e relativamente à qual o município em bom tempo se manifestou. Seja por que motivo for, certo é que este ano não vamos ter um festival que já contava com onze anos de existência e que não conseguiu sobreviver às restrições orçamentais o que, por si só, acolhe a tese de que o mesmo não trazia o necessário e esperado retorno a Penacova, constituindo por isso um encargo desnecessário para o município.
De todo o modo, se o sinal de contenção é dado pelo executivo, e se foi esse o motivo pelo qual, o festival foi adiado, então não haverá razão para grandes preocupações, até porque, na opinião de alguns, um evento com dimensão do Festitradições, não se justifica na nossa terra, atento o decréscimo de espectadores que, de ano para ano, cada uma das galas vai tendo. Outros dirão, que só não a vê a dimensão dos eventos quem a eles não vai, e assim por diante até se chegar à conclusão que a suspensão do festival é uma medida perfeitamente aceitável, tendo em conta as dificuldades criadas pelo agravar da crise. Seja como for, e se a decisão é no sentido de poupar, então que se corte onde se pode e deve cortar. Até porque, repare-se, assim também se pode dinamizar o que é realmente nosso, sem ter que “importar” os sempre bonitos e agradáveis grupos que nos visitavam os quais, com a sua cor e simpatia, nos transmitiam a alegria e boa disposição necessárias, para os vermos actuar.
Já a questão da mini-hídrica ficou como todos suspeitávamos que ficasse. Vai ser construída e, ao que dizem, com a sua construção iremos ganhar uma albufeira cujas águas se vão expandir até próximo da Rebordosa, ou seja, eliminar a inutilidade do açude de Louredo, essa tão emblemática obra de regime, e também as agradáveis descidas de rio que, pelos vistos, irão deixar de ser efectuadas. Para além disso, e como estamos em pleno Festival da Lampreia, não será este o momento para debater a qualidade do mesmo, contudo não posso deixar de frisar o carácter solidário que mantém desde que Humberto Oliveira foi eleito presidente do município.
À semelhança do que aconteceu ano passado, em que parte das receitas obtidas pelos restaurantes aderentes, com a venda da lampreia, foram canalizadas para os cofres dos Bombeiros Voluntários de Penacova, este ano será a vez de a APPACDM receber também esse “donativo” o qual, em boa hora, será muito bem recebido.
Quanto ao resto, muito provavelmente será a última vez que veremos em Penacova caras tão bonitas e tão simpáticas como aquelas que pousaram para a objectiva do Penacova Actual e que servem para ilustrar o presente texto.

10 COMENTÁRIOS

  1. Sr. Pedro Viseu, não me desiluda com isto do Festitradições! O seu site/blog é extremamente útil, mas não a dar falsas informações aos leitores.
    Então agora diz que o tal festival não se realiza por contenção orçamental á qual o município se manifestou???
    O motivo foi simples: o maior responsável, a pessoa organizadora deste evento, abandonou o "cargo" e pelos vistos ninguém o quis assumir. O municipo "apenas" apoiava na logística, transportes e estadia, o que, convenhamos, não era nada do outro mundo! Aliás, o apoio do municipio ficou bem patente na edição de 2010 ao juntar o festival ás festas de Penacova, em que foi opinião geral o positivo dessa junção!

  2. Está finalmente explicado o motivo pelo qual não se vai realizar o Festitradições. Afinal, não se tratou, tal como eu pensava, de alguma questão relacionada com as restrições orçamentais, mas sim com a recusa de um dos organizadores em continuar a colaborar com os restantes. Espanta-me, contudo, que ainda haja pessoas insubstituíveis, obrigando a que se sacrifique o interesse comum ao particular.
    Relativamente à falsidade das afirmações, está bom de ver que o imaginário Manuel Pires, não leu, ou não quis ler, atentamente o texto que foi escrito, mas, claro, relativamente a isso nada posso fazer.

  3. "há quem afirme que os verdadeiros motivos se prendem com a contenção orçamental, imposta pela crise que a todos afecta e relativamente à qual o município em bom tempo se manifestou"
    "…acolhe a tese de que o mesmo não trazia o necessário e esperado retorno a Penacova, constituindo por isso um encargo desnecessário para o município…"
    Mas o texto não é seu? Pelo menos foi o sr. que o publicou! Se estas afirmações transcritas são verdadeiras peço imensa desculpa, mas sabe perfeitamente que não o são!
    Se quiser falar em questões de querer ou não ler (ou ver) penso que estamos num nível muito próximo, então!
    Mas muito mal estaria tudo se todos tivessem a mesma opinião em relacção a todos os assuntos aqui ou em outros locais discutidos!

  4. Sr. Pedro Viseu, deve estar muito contente pelo festitradições ter acabado, porque identifica-se bem que era uma pessoa contra este evento. As razões porque acabaram se as quer saber aconselho-o a falar com as pessoas que estavam à frente da organização, se tiver interesse claro e não andar a levantar outro tipo de questões. Mais afirmo, com conhecimento próprio da causa que o festitradições de 2010 superou qualquer um dos outros anos, é pena sim o festival em Penacova ter sido inserido na festa do munícipio, se calhar tinha tido mais assistência. Mas ainda gostaria de lhe fazer uma pergunta. Por que já são vários os textos e comentários desagradáveis que fez conta o festitradições. E agora acho que é o momento apesar de o não conhecer pessoalmente de lhe perguntar o tinha contra o Festitradições?, que lhe posso garantir que durante onze anos que fiz parte deste fantástico evento com uma grande valia para o concelho. posso ainda dizer-lhe que as pessoas não são insubstituíveis, mas nem todas as pessoas tem capacidade para estar à frente de um evento desta categoria. Mas mais posso afirmar que esse não foi o motivo pelo que o festitradições acabou. Por isso aconselho-o novamente a ir falar com alguém da organização ou até com a própria câmara municipal para saber os motivos que levaram o festitradições acabar.
    Por aqui termino, e digo-he tenho pena que alguém do nosso concelho não ter dado valor ao trabalho realizado em prol da nossa cultura.

    Rosa Neves

  5. Cara Rosa, também não a conheço pessoalmente, mas também não é por intermédio do seu perfil que lá chego, pois não teve coragem suficiente para se identificar. Mas, mesmo assim, vou dar-me ao trabalho de lhe dizer o seguinte:
    1º Partindo do princípio de que é mesmo Rosa que se chama, convido-a a referir os textos, ou parte deles, em que eu escrevo contra o Festradições;
    2º Como é que chegou à conclusão que eu não gosto do Festitradições? Se fosse como diz, nunca escrevia uma palavra de apreço acerca dele;
    3º Respeito muito trabalho daqueles que se esforçam por tornar realidade aquele ou outro festival e, se conseguir perceber o que escrevi no texto, depressa concluirá que até questiono o porquê de tal evento estar condenado, quando um dos objectivos da srª. vereadora da cultura, era mantê-lo e melhorá-lo;
    4º Cara Rosa (partindo do princípio que é assim que se chama), não vai ser por achar que eu estou contra o festival que tanto ama, que eu vou deixar de opinar acerca dele ou de outro qualquer;
    5ª Era aconselhável que voltasse a a ler o texto e identificar o momento em que considera que eu critiquei o Festitradições. Se reparar, como deveria ter reparado o Manuel Pires Imaginário e não reparou, que apenas escrevi acerca daquilo que ouvi e, como terá a oportunidade de ler, em momento algum defendo o fim de tal evento, muito pelo contrário, até sou da opinião que deveria continuar, sobretudo depois de aqui ter sido escrito que o mesmo só não se realizará devido à indisponibilidade manifestada por alguns.
    6. Espero que tenha percebido e, da próxima vez aqui vier, não se esqueça que o Penacova Actual, não se limita a contribuir para a divulgação de qualquer evento que tenha lugar em Penacova, também o critica ou elogia se necessário for. Pena que só por aqui apareça, quando se fala do Festitradições. Seria ótimo que opinasse acerca de outros assuntos, uma vez que dá para perceber que é uma pessoa bem informada, apesar de ninguém saber quem é;
    7. Por último, acho que se tem tanta força para continuar, acho que deve manifestar essa vontade junto dos responsáveis do município por esse pelouro, e tentar convencê-los que você é capaz de realizar de novo o Festival. Resta saber se eles vão acreditar em si, o que não deverá acontecer, tendo em conta que não deverá ser da sua enorme disponibilidade de que eles estão à espera para o realizar.