JUSTIÇA – Abuso sexual de criança julgado em Penacova

1
3



Septuagenário é
acusado de ter “apalpado” uma menina de cinco anos de idade, há um ano, assim
como de se ter exibido, em 2008, perante uma bisneta de 11 anos
O Tribunal Judicial de Penacova
começa a julgar, em meados deste mês, um homem, de 77 anos, por dois crimes de
cariz sexual, o mais grave dos quais alegadamente perpetrado em Maio de 2010, e
outro, em 2008.
As acções do indivíduo tiveram
lugar numa freguesia do concelho de Penacova e, estão previstos no Código Penal
com penas que podem ir até oito anos de prisão.
Segundo a acusação, no dia 22 de
Maio de 2010, o homem deslocava-se de um café da localidade onde reside para a
sua casa, quando encontrou, no pátio de uma casa vizinha, uma menina de cinco
anos, que terá aliciado para práticas sexuais, chegando ao contacto físico, que
não o coito.
O Ministério Público sustenta que
o indivíduo terá dito à menina se «queres fazer amor?», ao que lhe pediu um
beijo, retribuído na face. Ter-lhe-á proposto ainda mostrar o órgão sexual,
caso a criança também o fizesse.
O passo seguinte terá sido a
colocação da mão do arguido no ombro da vítima, descaindo até entre as pernas
da criança. Trata-se, caso venha a ser considerado provado pelo tribunal, um
crime de abuso sexual de crianças, previsto no artigo 171 do Código Penal, e
punido com uma pena de um a oito anos de prisão.
O homem é também acusado de ter
exibido os órgãos sexuais a uma bisneta no ano de 2008, consubstanciando um
crime de importunação, punido com pena até um ano de prisão, havendo a
alternativa de 120 dias de multa.
De acordo com o teor da acusação,
o indivíduo terá, por muitas vezes, exibido o pénis à menina, de 11 anos de
idade, quando esta estava em casa da avó, pessoa que a teria advertido para o
perigo, o que a levaria a nunca aceitar os pedidos para se deslocar a casa do
bisavô.
José Carlos Salgueiro –
Diário de Coimbra

1 COMENTÁRIO

  1. Este homem precisa é de tratamento psiquiátrico!! E claro, vigilância constante!! Nosso mundo ainda precisa evoluir muito. É uma pena ver estes atos em pleno seio familiar, mas faz parte dessa sociedade de seres imperfeitos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui