TURISMO – Mosteiro de Lorvão, uma Jóia no Concelho de Penacova

0
1

Situado em Lorvão, no concelho de Penacova, na região Centro do País, este é um dos mais antigos Mosteiro da Europa, uma vez que, segundo algumas teorias, a sua fundação remonta a meados do século VI. Outros estudos afirmam que a sua fundação terá sido depois da reconquista Cristã de Coimbra, em 878.

De facto, os primeiros documentos conhecidos relativos ao Mosteiro de Lorvão datam de 878 e são testemunho da existência de uma comunidade que desempenhou um papel de relevo no repovoamento desta região.

Por volta do ano de 1200, o Mosteiro foi reformado para a Ordem de Cister, por D. Teresa, filha de D. Sancho I, passando para congregação feminina, encontrando-se na Capela-Mor da igreja os seus restos mortais.

Com a crise gerada pela Revolução Liberal do Porto de 1820, a comunidade acabou por decair, dando início à espoliação de todas as riquezas acumuladas durante séculos, deixando as últimas freiras de Lorvão na mais degradante miséria.

O Mosteiro está inserido num bonito vale fundo, rodeado de vegetação, numa zona de grande beleza natural, restando hoje maioritariamente os edifícios que foram reformados nos séculos XVII e XVIII, como é o caso da Igreja, construída entre 1748 e 1761, seguindo o estilo Joanino do Convento de Mafra, com um imponente Órgão de 61 registos em estilo rococó.

O Mosteiro alberga um Museu, situado na Sala do Capítulo, com uma importante colecção de pintura, cerâmica, mobiliário e tapeçaria dos séculos XVII e XVIII.

O claustro de traça renascentista é ladeado por 13 capelas, actualmente despojadas, construídas no decorrer do século XVII.

Nas instalações do antigo Convento funciona hoje em dia um Hospital Psiquiátrico.

Lorvão é também conhecido pelos deliciosos doces conventuais originários deste Mosteiro, existindo pastelarias próximas que ainda os comercializam, e também célebre pela produção dos “Palitos”, feitos originariamente pelas freiras para decorar os bolos e os doces, e posteriormente passaram a ser produzidos pelas criadas e, assim se divulgaram na população e povoações vizinhas.

Contacto:Tel.+351 239 474 430 / +351 239 851 090

Horário das visitas:
Verão: 09.00h – 12.30h / 14.00h – 18.30h // Inverno: 09.00h –12.30h / 14.00h –18.00h // Missa ao domingo, às 11.30h, não havendo visitas neste horário.


Entrada Grátis. Encerrado às Segundas-Feiras
 
Localização: GPS » N 40º 15′ 34,28” ,W 8º 19′ 2,57′