Mulher desaparecida na sexta-feira encontrada morta na Serra do Viso

0
3
Saiu de casa, em Sernelha, Penacova, depois de almoço para ir apanhar cogumelos. Queda deverá estar na origem da morte.

I

Igreja de Figueira de Lorvão
Uma mulher de 66 anos, residente em Sernelha, Penacova, que estava desaparecida desde sexta-feira, foi encontrada morta, no sábado, perto das 9h20, na Serra do Viso, na localidade de Braçal, Figueira de Lorvão, por dois bombeiros que faziam parte do grupo de cerca de 200 pessoas, incluindo GNR e populares, que participaram nas buscas.

De acordo com António Simões, comandante dos Bombeiros Voluntários de Penacova, a mulher, Ermelinda Rodrigues Santos, saiu de casa na sexta-feira depois de almoço para, como já era seu hábito, ir apanhar cogumelos. O marido, com quem vivia, estranhou que ela, ao final da tarde, ainda não tivesse chegado a casa e alertou as autoridades.

As buscas para encontrar Ermelinda Santos, que era diabética, iniciaram-se ao início da noite de sexta-feira, envolvendo centenas de pessoas, entre populares e vizinhos, militares da GNR e meia centena de bombeiros da corporação de Penacova, prolongando-se até à madrugada de ontem, sem qualquer pista da mulher.

Centenas de pessoas voltaram, no sábado, a partir das 8h00, a procurar Ermelinda Santos que acabou por ser encontrada, já sem vida, por dois bombeiros, num «local escondido, entre a vegetação» e já sem vida, na Serra do Viso, a pouca distância da localidade de Sernelha, fregueisa de Figueira de Lorvão, onde residia.

António Simões confirma que a vítima não apresentava quaisquer sinais de violência, tudo levando a crer que tenha caído e que seja essa a causa da sua morte. Para além dos bombeiros de Penacova, estiveram no local militares da GNR de Penacova e ainda um binómio (cão pisteiro e militar) da GNR de Aveiro.

Ermelinda Rodrigues dos Santos, natural de Figueira de Lorvão, era casada com António Oliveira Rodrigues e tinha três filhos; Maria Alice Santos Rodrigues, João Paulo Santos Rodrigues e José António Santos Rodrigues.