Proposta de uma Arquitectura de Informação para a Secção de Obras Particulares do Município de Penacova *

0
3

Dissertação apresentada à
Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do
grau de Mestre em Engenharia Informática, especialização em Sistemas de
Informação e Multimédia.

Longe está o tempo em que os Munícipes se deslocavam à Câmara Municipal
para entregar, consultar ou simplesmente levantar um processo. Hoje,
também pelas necessidades legais, eles exigem ter acesso à informação de
uma forma mais rápida e eficaz. 

A Administração Pública Local enfrenta pois um desafio no âmbito da
modernização administrativa, procurando estimular a aproximação dos
Munícipes à Autarquia e, ao mesmo tempo, promover a desmaterialização
dos processos. 

Este trabalho surgiu da necessidade denotada por estas mudanças, pelo
que se propôs um estudo com a finalidade de encontrar uma arquitectura
de informação adequada para a Secção de Obras Particulares do Município.

A arquitectura de Informação desempenha um papel importante na função
dos Sistemas de Informação, uma vez que permite manter uma visão global
dos seus vários aspectos. 

Para atingir o objectivo proposto foi aplicado o método BSP da IBM com a
sua adaptação por Luís Amaral e João Varajão, na sua versão de 2007, ao
estudo do caso da Secção de Obras Particulares do Município de
Penacova.

Foi assim elaborada e concebida a arquitectura da informação para a
Secção de Obras Particulares do Município de Penacova, sendo definidos
oito grupos de processos (Administração, Atendimento, Saneamento
processo, Licenciamento, Alvarás, Acompanhamento Obra, Licença
Utilização e Arquivo), para além de terem sido identificados os
principais problemas e definidas as prioridades e recomendações a
implementar. 

Todo o trabalho, que pode consultar aqui, foi realizado com recolha de informação real e em
contexto de trabalho.

* Por Filipe Alexandre Almeida Ningre de Sá