Trio de cadastrados roubou duas viúvas em Condeixa e foi “apanhado” em Penacova

0
1

Jantavam num restaurante em
Penacova onde a GNR os surpreendeu e deteve

Três indivíduos de 21, 27 e
38 anos, oriundos da zona de Palmela, foram detidos pela GNR quarta-feira,
cerca das 20h00, quando jantavam num restaurante no lugar de Ponte, em
Penacova.
De acordo com as autoridades,
aqueles indivíduos faziam-se transportar num automóvel, Peugeot 205, vermelho,
quando quarta-feira, cerca das 14h00, no Largo do Beiçudo, em Vila Seca,
Condeixa, se aproximaram de duas viúvas, de 77 anos, que estavam sentadas num
banco a conversar e, com violência, arrancaram a uma delas um fio de ouro com
um coração que trazia ao pescoço e um par e brincos e, à segunda mulher, outro
par de brincos.
Uma das vítimas teve mesmo de
receber tratamento hospitalar, salientou a GNR, adiantando que os indivíduos se
puseram em fuga.


Comunicado o roubo, a GNR de
Condeixa lançou um alerta a todo o dispositivo policial, o que permitiu que uma
patrulha do posto da GNR de Penacova localizasse uma viatura com as
características da utilizada pelos assaltantes e que estava estacionada junto
de um restaurante, no lugar de Ponte. Com a descrição e cautelas que a situação
exigia, a patrulha acabou por fazer uma abordagem aos três suspeitos, que
identificou e deteve, quando calmamente jantavam naquele estabelecimento de
restauração.
Segundo apurámos, trata-se de
três cadastrados já conhecidos das autoridades por roubos praticados a nível
nacional, com armas de fogo, furto de cobre e passagem de moeda falsa.
Na revista que os militares
da GNR de Penacova efectuaram à viatura suspeita foi possível recuperar vários
artigos em ouro, nomeadamente duas pulseiras, um anel, quatro pares de brincos,
um fio com um coração, uma aliança, três telemóveis, e duas chaves de fendas.
Foram ainda apreendidas duas armas em situação ilegal (um revólver com seis
munições e uma pistola 6,35 com oito munições), 160 euros em dinheiro e o
automóvel que as autoridades frisaram não constar para apreensão e cuja
documentação os indivíduos apresentaram às autoridades.
Os suspeitos pernoitaram nas
instalações da GNR de Penacova e foram ontem de manhã presentes ao Tribunal,
para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação consideradas
convenientes.

[fonte