Flora e Vegetação da Mata Climácica do Buçaco*

0
2
A Mata do Buçaco, localizada na Serra do Buçaco, constitui um dos mais valiosos patrimónios naturais do país. Possui uma vasta e reconhecida coleção dendrológica, de árvores centenárias e de porte notável, e integra alguns  retalhos da vegetação natural Climácica.
Este retalho da floresta primitiva lusitana, está localizada no extremo Sudoeste da mata, e conserva a flora e vegetação da floresta natural que existiria nas montanhas do centro de Portugal, antes da ocupação humana.
O objetivo deste trabalho foi contribuir para o reconhecimento deste património botânico sendo para isso georeferenciados os limites da Mata Climácica e dos habitats naturais nela contidos. Foi realizado também o levantamento florístico e um registo fotográfico de todas as espécies inventariadas com o intuito de produzir um guia da flora da Mata Climácica do Buçaco.
Os resultados mostram que a Mata Climácica do Buçaco é caracterizada por um tipo de vegetação essencialmente mediterrânica, onde Phillyrea latifolia, Laurus nobilis, Arbutus unedo e Ruscus aculeatus são as espécies mais representativas, e que evidencia alguma influência atlântica pela presença de espécies decíduas como o Quercus robur e o Quercus pyrenaica.
Além de louriçais (5230pt1) e de carvalhais de Quercus robur (9239pt1), a Mata Climácica do Buçaco possui uma formação vegetal de aderno (Phillyrea latifolia) de porte arbóreo notável, com composição florística semelhante ao subtipo 5330pt3, Medronhais, mas com diferentes relações de dominância e co-dominância das espécies que o caracterizam (plantas da classe Quercetea ilicis, Aliança Ericion arboreae). As formações de adernos (adernal) representam uma importante parte da Mata Climácica do Buçaco, sendo que em alguns locais o povoamento é praticamente puro, formando um bosque único, onde não ocorrem praticamente outras espécies arbóreas. Presentemente, estas formações, apenas ocorrem em Portugal continental na Mata do Buçaco, o que realça a sua singularidade e vulnerabilidade no contexto nacional.
* Dissertação apresentada à Universidade de Aveiro para cumprimentos dos requisitos necessários à obtenção de Grau de Mestre 
em Biologia Aplicada, ramo Ecologia, Biodiversidade e Gestão de Ecossistemas, realizada sob orientação científica da Mestre Rosa Maria Ferreira Pinho e do Professor Doutor Paulo Cardoso da Silveira, Universidade de Aveiro.