Operação “Verão Seguro 2012” arranca esta sexta-feira

0
3
O terceiro trimestre do ano é para a maioria dos cidadãos um período de
lazer, de festas, de espétaculos e de romarias, o que implica maior
movimentação de pessoas nas localidades onde decorrem este tipo de
eventos e em zonas balneares.

Neste sentido, a Guarda Nacional Republicana (GNR) intensifica as
ações de patrulhamento e vigilância da área territorial à sua
responsabilidade, entre o dia 15 de junho e o dia 15 de setembro, com
maior incidência nas zonas de praia e locais de veraneio mais sensíveis e
de maior afluxo turístico, com vista a garantir a realização de todas
as atividades de carácter lúdico, religioso, cultural ou outro tipo de
manifestações próprias desta época, num clima de segurança e
tranquilidade.

A necessidade de manter e reforçar a vigilância de todos os locais de
veraneio ao longo da zona costeira nacional, bem como, o controlo da
circulação dos cidadãos nacionais e estrangeiros, impõe que o esforço de
policiamento seja devidamente estruturado. Para além de todo o seu
efetivo que estará empenhado direta e indiretamente, de norte a sul do
país, Açores e Madeira, a GNR empenhará, ainda, elementos das suas
Unidades Especiais (Unidade de Intervenção; Unidade de Segurança e
Honras de Estado e Unidade Nacional de Trânsito) e mais de 500 militares
que irão iniciar o seu período de estágio (no âmbito do Curso de
Formação de Guardas a decorrer em Portalegre) no dia 2 de Julho.

Simultaneamente dedicará especial atenção à vigilância das zonas
florestais de modo a minimizar a ocorrência de incêndios e ainda
reiterar a sensibilização de toda a população para adoção de
procedimentos preventivos na ocorrência de fogos florestais e alertar
para as proibições e restrições quanto ao licenciamento de foguetes e de
fogo-de-artifício. 

DCRP