Dádivas de Sangue: É Importante inverter quebra nas dádivas de sangue na região Centro

0
1
As dádivas de sangue baixaram cerca de 15 por cento na região Centro, durante o mês de Junho, comparativamente ao mesmo período de 2011. Trata-se de uma tendência que se tem vindo a verificar nos últimos tempos, mas que o Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST) quer inverter.
Hélder Trindade, reconheceu, em Coimbra, a importância de “inverter a tendência de descida das dádivas na região Centro e de voltar a ter os níveis de colheita que os doentes precisam, a nível nacional”.
O presidente do IPST defendeu que o Verão “é uma boa ocasião para sensibilizar os jovens e as pessoas que não são dadores para que cumpram o seu dever de cidadania”.
À semelhança de anos anteriores, haverá postos de colheita instalados, temporariamente, em algumas praias da região Centro, como é o caso da Figueira da Foz, Mira, Tocha e Barra (Aveiro).
Para que qualquer pessoa possa saber quando e onde se deve dirigir para dar sangue, acaba de ser criada uma página na Internet.
A criação do sítio www.darsangue.pt é uma das várias acções que o IPST está a promover, a par do lançamento de uma campanha publicitária na televisão e nas redes sociais, com o objectivo de lembrar à população a importância da dádiva de sangue.
Em média, diariamente, são consumidas no nosso país entre 1 100 a 1 200 unidades de sangue. Por ora, não há o risco de ruptura das reservas, contudo, é fundamental que os portugueses percebam que dar sangue é “um gesto bonito e extremamente importante”, diz Hélder Trindade.
A precariedade laboral, as despesas de deslocação e a redução das isenções nas taxas moderadoras são alguns dos factores que podem ajudar a explicar a redução do número de colheitas.
Para além de ter criado uma linha de atendimento telefónico para contactar os dadores que não dão sangue há mais de um ano, lembrando-os da necessidade de o fazerem, o IPST está a aproximar os locais e horários de colheita dos potenciais dadores, apostando, sobretudo, no período pós-laboral.
Quem pretenda doar sangue podem obter mais informações junto do Centro Regional de Sangue de Coimbra ou, através da Internet, nos sítios www.darsangue.pt e www.ipsangue.org.