Petição contra a liberalização das plantações de eucalipto

0
2

Foi
recentemente avançada uma proposta da alteração da legislação sobre Arborizaçãoe Rearborização, a qual abre a porta à liberalização das plantações de
eucalipto em
Portugal. Sabendo
que o eucalipto é uma espécie invasora que
aloja uma baixa biodiversidade e potencia os fogos, factor crítico em Portugal,
pedimos que considerem esta alteração e que evoluam no sentido de proteger o
nosso património natural ao investir na plantação de espécies nativas
portuguesas, as quais reduzem os fogos e potenciam a biodiversidade.
A monocultura do eucalipto
provoca a destruição da biodiversidade através da inibição do crescimento de
plantas vizinhas. As folhas de eucalipto contém também óleos essenciais
voláteis e compostos químicos os quais actuam como pesticidas e afastam a diversidade
animal. 
O eucalipto está classificado como exótica invasora, sendo a sua
erradicação difícil. Contém um longo sistema radicular, uma sede desmedida e a
uma taxa de crescimento elevada, desertificando solos. Igualmente, o eucalipto
depende do fogo para a germina.