PATRIMÓNIO – Mosteiro do Lorvão “inspira” Dia do Turismo

0
3
Autarquia adaptou iniciativa europeia à realidade do concelho centrando a relexão sobre o futuro daquele monumento único



À semelhança do ano transacto, a
Câmara Municipal de Penacova adere às “Jornadas Europeias do Património 2012”, «abordando a
iniciativa através de um tema mais pertinente para o concelho», explica a
vereadora da cultura, Fernanda Veiga.

No âmbito do tema sugerido pela
Direcção-Geral do Património, “O Futuro da Memória”, o município propõe um Dia
Mundial do Turismo dedicado à reflexão sobre o destino do Mosteiro de Lorvão,
que, nas palavras do presidente da Junta de Lorvão, Mauro Carpinteiro, sofreu
«um ponto de viragem» com o encerramento do Hospital Psiquiátrico.

A realizar amanhã, às 14h30, o
colóquio “Mosteiro de Lorvão – o Futuro da Memória”, 
conta com a presença de Nelson
Correia Borges, professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
(UC); Fernanda Cravidão, professora catedrática do Departamento de Geografia da
UC; Fábio Nogueira, arquitecto; e Artur Côrte-Real, arqueólogo. 

A iniciativa,
que decorre no Mosteiro de Lorvão, pretende “fazer pensar” sobre «um espaço
devoluto que é preciso dinamizar», diz Fernanda Veiga, sobretudo porque tem
sido alvo de investimento público, no sentido da recuperação dos claustros e de
órgãos. A Junta de Freguesia de Lorvão associa-se a esta actividade, na medida
em que «só conhecendo o património é que podemos reflectir sobre a valorização dos
espaços», confirma Mauro Carpinteiro.

Ao programa do Dia Mundial do
Turismo em Penacova acresce ainda o concerto pelo “Ensemble de Saxofones de Coimbra”,
que tem lugar na Biblioteca Municipal de Penacova/Centro Cultural às 21h30 de
sexta-feira.

As “Jornadas Europeias do Património”
são uma iniciativa anual do Conselho da Europa e da União Europeia que promove
a «sensibilização dos cidadãos para a preservação do património através de
iniciativas de acesso gratuito ao público», pelo que todo o programa levado a
cabo pela Câmara Municipal de Penacova é aberto ao público sem qualquer tipo de
custos.

Patrícia Troca – Diário de Coimbra