Penacova aposta na gastronomia como veículo promocional

0
1
Município promove ao longo de todo o mês de Novembro o míscaro e o sarrabulho, com o objectivo de alavancar a economia local numa altura difícil para o sector da restauração

O município de Penacova vai promover ao longo do mês de Novembro o
míscaro e o sarrabulho, dois pratos tradicionais no concelho. Esta iniciativa enquadra-se,
de acordo com a vereadora da cultura, «na estratégia de promoção da
gastronomia tradicional do concelho» e no objectivo de «impulsionar a economia
local» numa altura em que o sector da restauração reivindica a diminuição da
taxa do IVA, imposto que está a condicionar a geração de receitas.
Indelevelmente associados à cultura e economia locais, os míscaros
e o sarrabulho «possuem fortes tradições em Penacova», uma vez que «são presenças
assídua na mesa dos penacovenses nesta época do ano», especificando: os
míscaros, «pelas condições atmosféricas que potenciam o seu crescimento pelos
pinhais da região», e o sarrabulho «porque é um prato típico do mês das
matanças», pelo que é confeccionado na hora com o sangue, fígado e fêveras do
animal acabado de matar.
A vereadora salientou que «este projecto vai já na sua terceira edição»
e que desde o seu início «tem tido grande adesão », dando grande movimento aos
restaurantes do concelho.
A autarca recordou ainda que no âmbito da promoção da gastronomia,
Penacova possui ainda a «lampreia e o cabrito», dois produtos que também
atraem muitas pessoas a Penacova e aos quais o município dedica alguma atenção.
Ao repto da edilidade acederam «a maioria dos estabelecimentos»,
nomeadamente os restaurantes Bela Vista (Gavinhos), Boa Viagem (Porto da Raiva),
Churrasqueira Padaria do Largo (Espinheira), O Mondego (Por to da Raiva), O
Casimiro (Silveirinho), O Cortiço (Cavadinha), O Côta (Azenha do Rio),
Marisqueira Piscinas de Penacova, Leitão do Aires (Espinheira), Pedra do Moinho
(Serra da Atalhada), Portas da Serra (Espinheira) e Quinta da Conchada (Travanca do Mondego). RB