Freguesias mobilizam-se para manifestação

0
1
O movimento “Freguesias Sempre”
do distrito de Coimbra e a delegação distrital da Anafre apelaram ontem à participação
na manifestação de sábado, em Lisboa, para sensibilizar o Presidente da República
a vetar a lei de agregação das freguesias.
«Queremos sensibilizar o senhor
Presidente da República para que não promulgue a nova lei da Reforma
Administrativa que extingue 4.200 freguesias no país e cerca de 50 no distrito de
Coimbra», explicou João Dinis, presidente da Junta de Vila Franca da Beira
(Oliveira do Hospital), em conferência de imprensa.
O autarca da CDU, que integra o
movimento “Freguesias Sempre”, apelou à participação dos autarcas e populações
do distrito de Coimbra, na manifestação nacional que se realiza no próximo
sábado, às 14h00, junto à residência oficial do Presidente da República, em Belém, convocada
pela Associação Nacional de Freguesias (Anafre).
João Dinis responsabilizou politicamente
os deputados do círculo de Coimbra eleitos pelo PSD e CDS, que votaram a favor da
lei na generalidade, a 6 de Dezembro, e salientou a «grande unidade e luta»
travada contra o processo neste ano e meio.
O coordenador da delegação distrital
de Coimbra da Anafre, João Pardal, salientou que o objectivo da manifestação é
alertar o «mais alto magistrado da Nação que a Lei não pode ser promulgada,
pois é ofensiva para o poder local e para o sistema democrático do país».
João Pardal, que preside à Junta
de Souselas (Coimbra), considera que as freguesias são um «activo do Estado que não pode
ser agregado».
«Não podemos retirar aos cidadãos
a estrutura do Estado mais próxima das populações, que em muito contribuíram para
o desenvolvimento das freguesias», sublinhou o autarca, eleito nas listas do
PSD.
[DC]