Acidente com três viaturas fez um ferido grave no IP3

0
3
Homem de 29 anos, de Vendas de Galizes, ficou em estado grave após acidente na madrugada de ontem

Um ferido em estado considerado
muito grave e três feridos ligeiros foi o resultado do aparatoso acidente
ocorrido na madrugada de ontem ao quilómetro 65 do IP3, em pleno tabuleiro da
ponte do rio Alva.
O nevoeiro intenso e a chuva que
se fez sentir poderão ter estado na origem do acidente com três viaturas, que
aconteceu cerca das 3h00 no sentido Viseu – Coimbra, de acordo com os BombeirosVoluntários de Penacova e o Destacamento de Trânsito da GNR de Coimbra.
Miguel Francisco Trindade Lopes,
de 29 anos, seguia ao volante de uma viatura ligeira que poderá ter entrado em
despiste, sucedendo-se, ao que tudo indica, a colisão das outras viaturas
envolvidas no acidente. O homem, de Vendas de Galizes – Oliveira do Hospital, foi
assistido no local e transportado aos Hospitais da Universidade de Coimbra
(HUC) em estado considerado bastante grave.
Os feridos ligeiros – pai, mãe e
filha de 17 anos, residentes na localidade de Caçador, Viseu – eram ocupantes
de outra viatura. Segundo o comandante dos Bombeiros de Penacova foram
transferidos para os HUC (os adultos) e para o Hospital Pediátrico (a
adolescente). Os ocupantes da terceira viatura envolvida no acidente não terão
sofrido qualquer ferimento.
Os bombeiros estiveram no local
com 20 elementos, apoiados por três ambulâncias, veículo de salvamento e
desencarceramento e veículo de socorro e assistência especial. À chegada,
depararam-se «com um ambiente hostil, devido ao nevoeiro intenso e à destruição
dos veículos, com a via interrompida no sentido Sul-Norte».
A assistência de emergência pré-hospitalar
foi também prestada pela equipa do VMER do INEM de Coimbra. O Destacamento de
Trânsito da GNR, que tomou conta da ocorrência, teve de desviar o trânsito no
Nó de Miro.
A normal circulação de veículos
naquela zona do IP3 só foi restabelecida cerca de três horas depois.