Revista Municipal ao serviço de objectivos eleitorais do Partido Socialista (PS)

0
2
As últimas edições
da Revista Municipal são
exemplos básicos de propaganda política e
eleitoral, paga pelos dinheiros públicos.
Se por um lado
salta à vista a falta de capacidade de realização da Câmara Municipal, por
outro, é gritante a
utilização deste meio para pura política e propaganda,
ao serviço de objetivos eleitorais
.
Exemplo cabal
disto mesmo é a falta de honestidade na apresentação dos conteúdos, como é o
caso da apresentação de obras de Juntas de Freguesia como se fossem do
Município. Há Juntas de freguesia que viram aparecer na revista municipal obras
suas, como se fossem do Município, sem que até hoje tivessem recebido qualquer
comparticipação financeira para as mesmas. A recuperação do Jardim de Infância
da Aveleira, obra lançada e executada pela Junta de Freguesia de Lorvão, é
apresentada omitindo-se simplesmente quem é o dono de obra, quando foi da
iniciativa da Junta de Freguesia de Lorvão que resultou a excelente obra
apresentada, se o Município acordou comparticipar financeiramente a obra, não
fez mais do que a sua obrigação legal.
 
Gastar dinheiro do
Município com esta Revista Municipal é uma ofensa às associações do Concelho
a quem o Município deve subsídios aprovados há largos meses
, e que tanta
falta fazem no desenvolvimento das suas atividades, que resultam da dedicação e
do trabalho gratuito de muitos penacovenses. É uma ofensa aos Munícipes a
quem foi aumentado brutalmente o preço da água
. É uma ofensa aos
condutores que têm que suportar o mau estado de muitas estradas do Concelho por
não ser feita a sua manutenção. É ainda uma ofensa aos visitantes de Penacova,
que vêem o posto de turismo fechado ao fim-de-semana,
alegadamente por
razões de racionalidade de despesas.
Com estas
atitudes, revela-se que toda a ação se orienta para a manutenção do poder, colocando
em causa os interesses do nosso Concelho e a qualidade da democracia local.
Nota de Imprensa da Comissão Política do Partido Social
Democrata – Secção de Penacova (04/04/2013)