LORVÃO – Na inauguração do Lar da Terceira Idade, Humberto Oliveira garante que apoio é para cumprir

0
3

O presidente da Câmara Municipal
de Penacova garantiu que o executivo não está esquecido da comparticipação prometida
ao Centro Social Paroquial de Lorvão, destinada à comparticipação das obras para
o lar de terceira idade, ontem inaugurado. Em causa estão 20% do investimento
total, que se situa nos 333.482 euros acrescido de IVA. Ontem, na cerimónia,
que assinalou o início de funcionamento da nova resposta social da IPSS de
Lorvão, Humberto Oliveira criticou a Lei dos Compromissos, que, na sua opinião,
faz dos presidentes de câmara uma espécie de «ajudantes de tesoureiros». No
entanto, garantiu o autarca o apoio – que, aliás é uma «obrigação» da Câmara Municipal
– deverá ser cumprido «nos próximos meses».

Com capacidade para 26 utentes, a
obra de alargamento das instalações do Centro Social de Lorvão contaram com uma
comparticipação do PRODER em cerca de 145 mil euros, adiantou Pedro Miranda, o
pároco da freguesia e presidente da direcção da IPSS, lembrando que a comunidade está a
viver um momento «há muito esperado». De futuro, espera-se que a Segurança
Social possa celebrar acordo de cooperação do lar, frisou.

D. Virgílio Antunes, bispo de Coimbra,
destacou a importância deste tipo de respostas sociais, mas realçou que as
famílias não se devem esquecer das suas «responsabilidades».|Patrícia Isabel Silva