POLÍTICA – Coligação Juntos Por Penacova apresenta candidato à junta de freguesia de Lorvão

0
2
Teve lugar no passado dia 05 de Julho a Apresentação da
candidatura de Sérgio Assunção à presidência da Junta de Freguesia de Lorvão,
pela coligação “Juntos por Penacova” (
PPD/PSD.CDS-PP).




Foi uma sessão com a Casa do Monte, em Lorvão, completamente
cheia, com a presença de pessoas de todos os lugares da Freguesia, que, num
ambiente caloroso e de proximidade, ouviram as intervenções de Maurício
Marques, Deputado e candidato a Presidente da Assembleia Municipal de Penacova,
Mauro Carpinteiro, atual Presidente da Junta de Freguesia de Lorvão e Candidato
à Presidência da Câmara Municipal de Penacova e de Sérgio Assunção, candidato à
Presidência da Junta de Freguesia de Lorvão.

Em todas as intervenções foi destacado o abandono a que o atual executivo Municipal do PS votou a Freguesia de Lorvão. Maurício Marques enfatizou que a Câmara Municipal, nos últimos 4 anos abandonou a Freguesia de Lorvão, tratando-a de forma indigna, tendo em conta que se trata da maior Freguesia do Concelho de Penacova. Disse que o atual Presidente da Câmara usou as populações desta Freguesia para fazer ajustes de contas políticos com a Junta de Freguesia, desprezando o interesse da comunidade pensando apenas em fazer política. Quer Mauro Carpinteiro quer Sérgio Assunção destacaram que a única obra que o executivo municipal iniciou nesta Freguesia foi o Centro Escolar de Lorvão, obra que se encontra abandonada há mais de um ano em virtude da falta de pagamento do Município ao empreiteiro e que fruto de trapalhadas ainda não tem uma solução. Mauro Carpinteiro referiu mesmo que este caso da obra abandonada do Centro Escolar de Lorvão é o espelho da falta de competência e de capacidade do atual executivo Municipal que deixa o Concelho, depois de 4 anos de mandato, com exemplos vergonhosos de falta de capacidade e de gestão do interesse público.


Mauro Carpinteiro
sublinhou a diferença de investimento da Câmara na Freguesia nos
mandatos2005-2009 e 2009-2013, em que no caso de 2005-2009, sob a liderança de
Maurício Marques, Lorvão teve o maior volume de investimento público de sempre,
com uma autêntica revolução operada na área do saneamento, em que a Freguesia
passou de uma cobertura de 0% para mais de 70%, além de investimentos vários em
arruamentos e acessibilidades, para não falar no esforço feito para a
construção da nova extensão de saúde e para a recuperação do órgão de tubos do
Mosteiro, que será uma realidade muito brevemente. Já no atual mandato, a
Câmara nada investiu, foi zero o investimento, se nos abstrairmos da obra
abandonada do Centro Escolar nenhuma obra ou iniciativa de relevo a Câmara tem
para mostrar em Lorvão neste mandato.

Mauro Carpinteiro
sublinhou ainda, na sua intervenção, que a aposta da sua candidatura vai para a
criação de condições que reforcem os fatores de competitividade do Concelho,
direcionando todos os esforços para o aproveitamento e valorização dos recursos
locais e apoio ao sector empresarial, pois considera este o caminho para a
criação de riqueza e emprego. Referindo porém que não deve ser encarado o
desenvolvimento económico local sem que contemple políticas que promovam a
inclusão social.

Foram muitos os elogios
ao candidato Sérgio Assunção, pessoa reconhecida por conhecer todos os lugares
da Freguesia e que se dedicou a muitas atividades de caris associativo, tendo
por todos sido relevado muitas intervenções altruístas que teve, enquanto Engº
Civil, na criação de infraestruturas associativas na Freguesia, tendo sido
referidos os casos da sede da Filarmónica em Lorvão e da A.A.J.I. S. Mamede,
casos em que exerceu funções de direção de obra sem ter auferido qualquer
remuneração para tal.
Foram destacadas também
as suas qualidades humanas, de homem simples e de valores, próximo das pessoas.

Na sua intervenção Sérgio Assunção
destacou como projetos fundamentais a recuperação do Centro Histórico de Lorvão
e aproveitamento e valorização dos espaços do Mosteiro, envolvendo a
participação dos agentes locais.
Disse também querer dar uma atenção
especial à revitalização dos espaços urbanos dos centros das aldeias da
Freguesia. Disse querer também dar maior visibilidade e dinâmica à Comissão Social de Freguesia, para
poder ser criada uma rede eficaz de resposta às carências sociais das
populações, que estão a sofrer com a crise.

Sérgio Assunção
apresentou também os restantes elementos que irão integrar o seu executivo da
Freguesia: a Enfª Sílvia, de Lorvão, enfermeira na Extensão de Saúde de Lorvão
e Luis Pedro Costa, da Aveleira, quadro superior em contabilidade e gestão.




NI/JUNTOSPORPENACOVA