POLÍTICA – Coligação Juntos Por Penacova apresenta candidatura à junta de freguesia de Penacova

0
2
A coligação “Juntos por
Penacova”, apresentou no domingo (05/08/2013) a  candidatura à Junta de Freguesia liderada por
António de Miranda.  


O Parque Verde de Penacova foi o
palco escolhido para a apresentação da equipa do candidato António de Miranda.
Familiares, amigos, apoiantes e simpatizantes constituíram uma notável moldura
humana. O candidato foi elogiado, em todas as intervenções, pelo seu empenho,
dedicação e pelo trabalho que exerceu e exerce no Município. Luís Amaral,
antigo Presidente de Junta de Freguesia de Penacova e amigo de António de
Miranda, afirmou que “ele conhece Penacova como ninguém e vai conseguir pôr a
freguesia no bom caminho”.


Todos os discursos foram marcados
pela ideia de que é urgente mudar os políticos e a política que tem sido feita;
é necessário que os políticos sirvam o interesse público e do concelho em
detrimento do seu próprio interesse, do elitismo e do compadrio; a democracia
deve tomar um caminho novo onde os partidos se devem abrir para combaterem e
defenderem os problemas e a riqueza das localidades para dar qualidade de vida
aos penacovenses.


Mauro Carpinteiro, candidato à
presidência da Câmara Municipal de Penacova, destacou como aposta em políticas
que promovam o desenvolvimento económico; o património natural, histórico e
cultural, com uma identidade marcante a nível nacional e as ligações
rodoviárias que ligam Penacova a todo o país e também a Espanha, são fatores de
competitividade que têm sido esquecidos no Município e que podem ser
potenciados por forma a que possam gerar riqueza e emprego, beneficiando assim,
a população.


A criação de um Conselho
Município Empresarial constitui um dos propósitos desta candidatura. É urgente
criar estruturas para que, os agentes empresariais do concelho, possam discutir
estratégias de desenvolvimento e formas de aproveitar os recursos e valores que
o Concelho tem, mas também é preciso criar um gabinete de desenvolvimento
económico e social, na Câmara Municipal, uma estrutura técnica que esteja ao
serviço dos empresários e de todos aqueles que tenham ideias de negócios e que
as queiram pôr em prática.


O Município tem que ser um
parceiro ativo e atento relativamente às necessidades e anseios do setor
empresarial. Insistiu na ideia de que Penacova se deve destacar e ser conhecido
como Um Concelho amigo dos empresários e empreendedores.


O candidato teceu criticas aos
atuais dirigentes camarários por se desculpabilizarem pelo abandono do Hotel de
Penacova: “o hotel diz respeito a todos os cidadãos e, também, ao Município,
pois cabe a ele zelar pelos interesses de Penacova por aquilo que a torna mais
rica e com maior capacidade de se afirmar como um concelho marcante e de
atração turística.” Mauro Carpinteiro destacou a qualidade e o trabalho
desenvolvido ao longo dos anos na praia fluvial do reconquinho, nomeadamente
nos mandatos do Engº Maurício, que culminou na atribuição da bandeira azul, mas
enfatizou que isso de nada serve se não soubermos tirar proveito do acréscimo de
visitantes que venha a acontecer. O candidato acabou o seu discurso afirmando
que quer tornar o concelho mais rico, mais desenvolvido, onde seja criado mais
emprego e onde haja maior inclusão social.


António de Miranda, candidato à
Junta de Freguesia de Penacova, mostrou-se sempre interessado no
desenvolvimento do Concelho. Com uma atividade cívica bastante ativa, procurou
o desenvolvimento e o sucesso para as instituições que tem liderado. Atualmente
é Presidente da Assembleia Geral dos Bombeiros Voluntários de Penacova. Tornou
a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários uma das mais prestigiadas do
Distrito. No ano transato, foi condecorado com a mais alta condecoração com o
Crachá de Ouro da Liga dos Bombeiros Portugueses, pelo exercício de Atos e
Serviços altamente relevantes à causa dos Bombeiros. Contudo, a sua dedicação e
empenho passam, também, pela política. Entre 1986 e 1993 foi Vereador da Camara
Municipal de Penacova, no pelouro de obras e ficou conhecido pelo trabalho e
atenção que prestou junto da população, resolvendo muitos dos problemas existentes.


Assumiu o desafio, de encabeçar a
lista para a Junta de Freguesia, como independente e por ter força e vontade
para o progresso e desenvolvimento da freguesia sede do Concelho.


Apresenta uma candidatura
transversal que não liga a etnias e a condições sociais. Tem do seu lado uma
equipa excelente e trabalhadora com disponibilidade e conhecimentos para que o
trabalho se realize com sucesso.


Aposta fortemente na juventude
como o futuro de Penacova. Luta por uma freguesia autónoma, com iniciativa e
que não espera pelas decisões camarárias que, pela sua demora, prejudicam a economia
local. Segundo o candidato, o setor turístico terá de ser uma aposta forte,
pois é um fator de desenvolvimento e gerador de emprego. Como tal, é necessário
arranjar meios que o estimulem, é necessário que as pessoas se sintam bem.


Destacou, ainda, as capacidades
da praia fluvial que podem ser exploradas; os recursos naturais abandonados,
como o Parque Municipal e o problema do estacionamento. No seu entender, as
várias obras que têm sido feitas não resolveram a falta de estacionamento dos
penacovenses. Defende que o associativismo é muito importante: apoio às
associações e colectividades. O ensino será aposta desta candidatura, tendo já
alguns projetos como atividades para os jovens nas férias escolares.

NI/Juntos por Penacova