Assaltos a residências: GNR recuperou ouro e dinheiro furtados

0
2

Autoridades apontam aumento dos furtos em residências também noutros concelhos de Coimbra

Elementos do Núcleo de
Investigação Criminal (NIC) da GNR de Coimbra detiveram, quinta-feira, uma
mulher de 43 anos como presumível autora de vários assaltos a residências na
zona de Penacova. A detenção ocorreu na sequência de diligências efectuadas pelo
NIC de Coimbra relacionadas com dezenas de furtos em residências registados nos
últimos tempos na zona de Penacova. Segundo as autoridades, depois do posto de
Penacova ter tido conhecimento de mais um furto numa residência em Figueira de
Lorvão, deslocou-se ao local uma equipa do NIC de Coimbra da GNR.
Os agentes conseguiram reunir
elementos que apontavam duas pessoas como suspeitas da prática do furto que, tendo
sido confrontadas com os factos, autorizaram a realização de buscas no interior
das respectivas residências.
De acordo com a GNR, as bus cas
decorreram quinta-feira, entre as 14h00 e as 20h00, tendo, na residência da
mulher, sido apreendida «gran de quantidade de dinheiro», designadamente 122
bolívares (moeda da Venezuela), 670 dólares (Estados Unidos da América), 147
reais (Brasil) e 910 euros.
As autoridades apreenderam ainda
diversos objectos em ouro, designadamente fios, anéis, alianças e pulseiras.
As residências eram assaltadas
quando os seus proprietários se ausentavam para férias.
A suspeita foi constituída
arguida e sujeita a Termo de Identidade e Residência, prosseguindo as
autoridades as investigações.
A GNR de Coimbra adiantou que,
para além de Penacova, tem registado um aumento dos furtos em residências
noutros concelhos, nomeadamente nas áreas dos Destacamentos de
Montemor-o-Velho, Lousã e Cantanhede.
Jornalista José João ribeiro