CDU PENACOVA -Intervenção feita no dia da posse

0
2

A propósito da intenção do governo em fechar as Finanças em Penacova, convidei os autarcas e cidadãos presentes para irmos à frente das Finanças afirmar o nosso propósito de defender, não só aquele serviço público, mas todos os outros que venham a ser condenados. Como a seguir à posse houve um beberete, durante o qual muita gente dispersou, estivemos lá uns vinte e poucos, como se vê na fotografia saída nos jornais de Coimbra (em anexo), mas acho que valeu a pena.


Apresentei também uma moção, que não chegou a ser discutida nesta sessão, mas que fica na ata e que será discutida e votada na próxima reunião da Assembleia Municipal.
A
Assembleia Municipal de Penacova, reunida no dia 19 de outubro de
2013, decide repudiar a anunciada intenção deste governo de
encerrar o serviço de finanças de Penacova, por entender que essa
medida prejudica claramente o concelho, já que leva a maior
isolamento das populações rurais e

ao empobrecimento do território.
Se
o governo, através das novas tecnologias, não precisa de balcões
para ir ao bolso do contribuinte, já os cidadãos necessitam de
serviços a que recorrer quando verificam que estão a ser vítimas
da máquina fiscal ou quando precisam de recorrer àqueles serviços
para tratar de assuntos da sua vida ou da sua empresa.
Não
se pense que o balcão de atendimento deste serviço pode ser
substituído por uma linha telefónica de um qualquer call center, a
funcionar num qualquer canto do mundo, com funcionários que, por
muito dedicados e qualificados que possam ser, não conhecem sequer o
território do contribuinte com quem falam, muito menos os seus
problemas.
Assim,
a Assembleia Municipal de Penacova decide,
Repudiar
as intenções do governo de encerrar mais um serviço público
essencial no concelho de Penacova;
Mandatar
a Câmara Municipal para promover todas as diligências necessárias
à defesa deste serviç
o.

NI/CDU PENACOVA