SAÚDE – Idade pediátrica – problemas frequentes

0
3
Começamos esta nossa partilha de
informação, falando sobre dois problemas muito comuns em crianças
de todas as idades. A preocupação dos pais leva-os a procurar, com
frequência, os serviços de urgência dos grandes hospitais mas nem
sempre é necessário. Vamos dar alguns conselhos práticos de como
proceder nestes casos.


FEBRE

Os tremores e os arrepios são
bastante frequentes durante a subida de temperatura e não são
sinais de gravidade.
A febre não é mais do que um dos
sinais de doença, e os pais deverão estar atentos ao
aparecimento de outros. Mais importante que estar sempre a
“ver” a febre, será observar o comportamento da criança:
Se tiver 40º, mas continuar
desperta e mexida é muito menos preocupante do que se tiver
temperatura baixa e estiver muito sonolenta e irritada.

Alguns conselhos práticos

Meça a temperatura na axila. Se
tiver:
Entre 38 e 38.5º Dispa a criança, vestindo roupa fresca.
Acima de 38.5º Dê-lhe os medicamentos receitados pelo seu médico, para
baixar a febre.
Durante os episódios febris meça
frequentemente a temperatura e não se esqueça de dar bastantes
líquidos.
Deve contactar o médico
assistente da criança se o seu/sua filho/a tiver:
⇒ – Menos de 4 meses.
⇒ – Febre que não baixa com os
medicamentos que lhe dá.
⇒ – Choro inconsolável / Gemido..
⇒ – Dificuldade em acordar.
⇒ – Uma convulsão.
⇒ – Pintas ou manchas (malhas) na
pele.
⇒ – Desinteresse pelo que o/a
rodeia.





DIARREIA
É geralmente provocada por vírus.
Dura normalmente 3 a 5 dias e pode
ser acompanhada de febre e vómitos.
O seu filho corre o risco de
desidratação, sobretudo se tiver menos de 2 anos.

O que fazer?
⇒ – Dar muita água ou líquidos
de rehidratação (de preferência Dioralyte: uma saqueta para 200 ml
de água).
⇒ – Se a criança vomita, dar
líquidos à colher (uma de 10 em 10 minutos).
⇒ – A alimentação não deve ser
preocupação. Ofereça pequenas quantidades de alimentos um pouco
mais leves do que o habitual (cozidos, grelhados, fruta cozida).
⇒ – Nunca force. Respeite o
apetite da criança.

Deve contactar o médico
assistente da criança se:
⇒ – Apesar das dejecções
frequentes, recusa os líquidos ou vomita tudo o que bebe.
⇒ – Tem os olhos encovados e a
boca seca.
⇒ – Tem mau estado geral.
⇒ – Tem febre muito elevada.

Drª. Ana China  Médica Interna de Medicina Geral e Familiar no Centro de Saúde de Penacova, colabora com o Penacova Actual na rúbrica sobre Saúde