EVENTO – Confraria prepara capítulo para abril… no Lorvão

0
3
A Confraria da Lampreia de Penacova prepara o XI
Capítulo para o próximo dia 5 de abril. Um evento que os dirigentes da
confraria gostariam muito de realizar nos claustros do Mosteiro do Lorvão,
recentemente recuperados e transformados em museu.

Este é um desejo que só poderá ser concretizado
se a direção regional da Cultura do Centro e o episcopado 
de Coimbra – responsáveis por aquele espaço –
derem autorização.
E como explicou a vice-presidente da confraria,
Fernanda Pimental, este desejo não acontece por acaso. Em primeiro lugar,
porque se trata de um espaço de história e de cultura, dois valores que a confraria
também defende e potencia. Em segundo lugar, porque a Confraria da Lampreia, de
Penacova, está na fundação da Rota de Cister a que pertence o Mosteiro de
Lorvão. Em terceiro lugar, porque a lampreia terá sido um dos pratos
confecionados e saboreados naquele mosteiro. Por estas, e outras ordens de
razão, o mosteiro apresenta-se como o palco ideal para a realização deste XI
capítulo.
“A Confraria da Lampreia tem como objetivo
principal a defesa e promoção da gastronomia tradicional, sendo a Lampreia à
Moda de Penacova o prato por excelência”, reconheceu Fernanda Pimentel, na
sessão de apresentação do Fim de Semana da Lampreia, reconhecendo que todos vêm
o Mosteiro do Lorvão “como o espaço de excelência para receber o capítulo e as
dezenas de convidados que chegam de todas as partes do país e do estrangeiro.

E se a proposta – que agora vai ser apresentada
às entidades competentes – for aceite, então o capítulo deste ano, que encerra
a época da lampreia em Penacova, vai dividir-se em duas partes. Um primeiro
momento que começa com uma receção na câmara municipal, seguida de pequeno
almoço e desfile dos confrades e confrarias presentes. E uma segunda parte já
no Mosteiro do Lorvão com a oração de sapiência que será pedida a Nelson
Correia Borges (que é de Lorvão), um almoço nos claustros e a cerimónia de entronização
dos novos confrades.