SAÚDE – toxoplasmose a gravidez

0
3
A
toxoplasmose é uma doença causada pelo parasita Toxoplama Gondii.
A infecção humana resulta
da ingestão de carne (porco, vaca ou cordeiro) crua ou mal passada, do contacto
com gatos infectados, da ingestão de leite ou queijo não pasteurizado, da
ingestão de vegetais mal lavados ou do contacto com o solo contaminado.
A
importância da doença durante a gestação é o risco elevado de comprometimento
fetal. Pode ocorrer:
·         
Aborto ou morte fetal;
·         
Atraso do crescimento
intra-uterino (ACIU);
·         
Morte peri-natal;
·         
Prematuridade
(nascimento antes das 37 semanas);
·         
Sequelas neurológicas.
Todas as grávidas não
imunes à toxoplasmose são aconselhadas a cumprir rigorosamente as seguintes
medidas preventivas:
Medidas preventivas ao
nível da alimentação
– Comer a carne sempre
bem passada. Evitar produtos de carne preparados por fumeiro, salga ou cura.
– Lavar sempre a
louça e os utensílios de cozinha após a refeição.
– Lavar sempre as
mãos após o manuseamento de carne crua e antes das refeições.
– Evitar levar as
mãos aos olhos ou à boca quando se prepara a carne crua.
– Lavar sempre bem
todos os alimentos crus (vegetais e fruta).
– Lavar sempre as
mãos após o manuseamento de qualquer alimento cru.
– Evitar produtos
lácteos não pasteurizados.
Medidas preventivas ao
nível do contacto com animais e meio ambiente
– Usar luvas ao
fazer jardinagem e lavar sempre as mãos após o contacto com o solo ou areia.
– Evitar contacto
com gatos.
– Preferencialmente,
pedir a outra pessoa para tratar da liteira dos gatos. Se tiver que ser a
grávida a fazê-lo:
– Limpar diariamente a liteira dos gatos.
– Usar luvas sempre que manuseie a
liteira dos gatos.
– Lavar sempre as mãos após o
manuseamento da liteira dos gatos.
– Usar água a ferver para desinfectar a
liteira ou outros objectos dos gatos.
– Evitar alimentar
os gatos com carnes cruas.

Note bem: se não estiver imune à
toxoplasmose, deve fazer análises cada 3 meses durante a gravidez e caso sinta
febre, dores musculares ou gânglios dolorosos na região do pescoço deve
recorrer ao seu Médico de Família.

Drª. Ana China – Médica Interna de Medicina Geral e Familiar no Centro de Saúde de Penacova, colabora com o Penacova Actual na rúbrica sobre Saúde