CASA DO CONCELHO – Há 20 anos a prestigiar Penacova

0
4
Mais de 120 pessoas confraternizaram e conviveram
alegremente em bom ambiente regionalista. A mesa de honra era composta pelo
Eng. Amândio Seco da Costa, presidente da assembleia-geral; José Bernardes,
presidente da direcção; Dr. João Azadinho, vice-presidente da Câmara Municipal
de Penacova; Urbano Marques, administrador da Empresa das Águas das Caldas de
Penacova; Paulo Manuel Dias, presidente da direcção dos Bombeiros de Penacova;
Prof. António Simões, comandante dos Bombeiros Voluntários; Joaquim Brito,
presidente da Associação das Casas Regionais de Lisboa; João Alberto Costa,
delegado da Casa em Penacova; presidente do Grupo de Cavaquinhos, Helena
Amaral; e António Lopes Machado, director de A COMARCA DE ARGANIL.
As casas regionais estavam representadas em grande
número e trouxeram as suas lembranças, com a amizade e solidariedade que as
caracteriza, entre as quais a Casa da Comarca de Arganil, representada por
Carlos Manuel Almeida Luís; a de Pampilhosa da Serra, representada pelo seu
presidente José Ferreira e Barata Lopes, vice-presidente; a de Tábua,
representada pelo Dr. Pais de Almeida e esposa; e o Rancho Folclórico da
Ribeira de Celavisa, representada pelo Fábio André Luís e pela Inês Gonçalves,
não esquecendo a representação da maior parte das freguesias de Penacova.
José Bernardes, um presidente sempre activo e
dedicado, foi o primeiro a usar da palavra para saudar os presentes, salientando
especialmente a presença das entidades que vieram de Penacova, Os Cavaquinhos
de Rebordosa (Lorvão) e os representantes da Associação das Casas Regionais de
Lisboa, que estavam em grande número. Aludiu aos 20 anos da Casa Regional de
Penacova, em Lisboa, que anteriormente se chamava Liga dos Amigos do Concelho
de Penacova, recordando os antecedentes e as diligências tomadas. O principal
objectivo da Casa é a divulgação e desenvolvimento do concelho de Penacova,
recordando, entre as suas iniciativas, um passeio no Tejo, que constituiu um
dia magnífico. Teve palavras de muito apreço para o Grupo de Cavaquinhos, muito
bem ensaiados, e que, com a sua boa música, vieram dar alegria e animação
àquele encontro tão importante, em que se procurou, acima de tudo, prestigiar o
nome de Penacova, trazendo consigo diversos elementos representativos de
instituições penacovenses, que saudou com amizade.
Carlos Manuel, em nome da Casa da Comarca de Arganil,
saudou a Casa de Penacova, bem como os seus colegas das restantes casas
regionais, salientando ser uma honra estar entre ami­gos do Regionalismo.
Seguiram-se o Dr. Pais de Almeida, da Casa dos
Tabuenses e José Ferreira, da Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra, que
apresentaram saudações, congratulando-se com aquele ambiente regionalista que
ali se estava a viver e que fez recordar os interesses da nossa região da Beira
Serra.
Seguiram-se ainda no uso da palavra, os representantes
das Casas de Tondela, Elísio Chaves; Casa de Tomar, de Alvaiázere, por Deonilde
Silva; de Ferreira do Zêzere, por Ana Bela Antunes; da Comarca de Sertã, pelo
Eng. Pedro Amaro; de Vila Nova da Cerveira, por Beatriz Gameiro; de Valença,
por José Braga; da Covilhã, por Manuel Brás; e de Arcos de Valdevez, por Joaquim
Brito, que é o presidente da Associação das Casa Regionais. Todos tiveram
palavras simpáticas para com o concelho de Penacova, ali tão bem representado,
e também para José Bernardes, que habitualmente está sempre presente nas festas
das suas congéneres.
Estando ainda presentes, trazendo as suas lembranças,
os representantes das Juntas de Freguesia (quase todas), falou a seguir Helena
Amaral, presidente do Grupo dos Cavaquinhos, que manifestou a sua satisfação em
estar naquela tão interessante festa de penacovenses.
Paulo Manuel Dias e Prof. António Simões, pelos
Bombeiros de Penacova, e Dr. João Azadinho pelo município penacovense, fizeram
também os seus discursos, enaltecendo os interesses do concelho de Penacova e
da sua casa regional, não esquecendo a dedicação do presidente da direcção.
José Bernardes.


E para encerrar, o Eng. Amândio Seco
da Costa, presidente da assembleia-geral, depois de fazer as saudações aos convidados
e a todos os presentes, incluindo todos os elementos directivos da Casa, disse
que estavam ali por Penacova, comemorando o 20.º aniversário da Casa Concelhia,
que vivemos desde o primeiro momento, que lutamos para a sua
afirmação e a vossa presença é uma
mostra de afecto, uma honra para nós e também um incentivo para a acção desta
nossa instituição» e deixando um «bem-haja pelo vosso contributo participativo»,
o presidente da assembleia, depois de deixar uma palavra de gratidão à Câmara
Municipal, disse que a actual presença dos «Cavaquinhos» constitui «uma forte
mais-valia cultural que anima, orgulha e engrandece», pois «eles são portadores
de um valor incalculável e inexcedível, merecendo todo o nosso respeito e
apoio» e por isso dirigiu uma palavra especial à sua presidente Helena Amaral.
E após uma palavra de saudação e amiga para todos os presentes, afirmou o Eng.
Amândio Costa que «a solidariedade e amizade sincera são bens inesgotáveis e
estão ao nosso alcance; não os deixemos perder, nem a oportunidade de os viver
e cultivar em permanência e plenitude» e por isso «tornemo-los pela sua prática
como direitos e deveres inalienáveis».
Houve ainda o bolo de aniversário e a actuação dos «Cavaquinhos»,
que levou algumas pessoas a experimentar um pezinho de dança.

Edição de António Lopes Machado –

Originalmente publicado em A Comarca de Arganil – edição impressa de 26.06.2014