FERIADO MUNICIPAL – Penacova quer atrair investidores e apostar nas políticas educativas

0
2

No dia do Município Humberto Oliveira fez um balanço do anterior mandato, recordando os investimentos no Tribunal e na regeneração urbana, e perspectivou o futuro com convicção

Penacova
virou ontem mais uma página da sua história ao celebrar o feriado municipal. Na
sessão solene para assinalar a efeméride, na qual o município orgulhosamente evoca
a memória de António José de Almeida, Humberto Oliveira aproveitou o momento para
traçar o rumo que a vila quer seguir no futuro em termos políticos e de desenvolvimento,
destacando as apostas na competitividade empresarial e nas políticas
educativas.
«Ao longo
do último mandato muitas coisas foram feitas e com as nossas decisões
conseguimos devolver aos penacovenses a esperança que o concelho tem possibilidade
de continuar a crescer. Todavia, muito ainda há a fazer, por isso, estamos no
início de um longo caminho», adiantou o presidente da Câmara de Penacova.
O autarca
vai apostar nos próximos anos na atracção «de investidores para o parques empresariais
da Alagoa e da Espinheira, bem como nas acessibilidades para os respectivos parques,
nomeadamente na «requalificação do IP3 e o seu acesso ao parque da Alagoa». Já
nas vias municipais, que servem as populações do interior do concelho, Humberto
Oliveira quer «continuar a sua requalificação», com o objectivo de possibilitar
aos 
munícipes
«maior mobilidade e segurança».
O edil de
Penacova não esqueceu, todavia, a integração de vila
na Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, aproveitando a presença do
presidente da mesma, João Ataíde, em Penacova.
«Este é o momento fulcral para a afirmação dos municípios e dos
territórios que compõem a extensa CIM-RC», disse Humberto Oliveira, acrescentando
que as localidades terão «de deixar de pensar individualmente e começar a pensar
no colectivo, para próprio benefício do território a quem estão agregadas».
Pedro Coimbra, presidente da Assembleia Municipal de Penacova,
recordou António José de Almeida, estadista e presidente da República natural de
Penacova. «Celebrar o dia de Penacova é celebrar a data de nascimento de
António José de Almeida, o mais ilustre cidadão do concelho», disse, destacando
a homenagem que 
o município decidiu realizar a «um conjunto de cidadãos que no
dia-a-dia dá o seu melhor para o desenvolvimento de Penacova e da sua
população».
João Ataíde, líder da CIM-RC, por seu turno, recordou que estas comemorações
«são os dias de afirmação do poder local », aludindo igualmente ao «trabalho
conjunto que os 19 municípios da CIM-RC têm que desenvolver».
Requalificação da estrada municipal
que liga Aveleira- Roxo – Carapinheira inaugurada por Poiares Maduro


O
ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional declinou ontem, em Penacova,
responsabilidades sobre o nó de Soure da auto-estrada n.º1 que, recorde-se,
está concluído há cerca de cinco meses e ainda não foi aberto.
«Essa é
uma matéria que não é da minha tutela, terá de perguntar 
ao
secretário de Estado dos Transportes. Como é óbvio, não conheço esse tipo de
detalhes e não vou responder a uma matéria que desconheço», afirmou Poiares
Maduro após ter presidido à inauguração das obras de requalificação da estrada municipal
que liga Aveleira- Roxo-Carapinheira da Serra.
O
ministro salientou ainda que Portugal fechou em Bruxelas as negociações sobre o
pacote de fundos comunitários que terá nos próximos anos, reafirmando que só
uma «pequena parte dos 25 mil milhões de euros disponíveis no próximo quadro
europeu para infraestruturas de transporte é que serão aplicados em estradas »,
mas apenas nas que «reforcem a competitividade e internacionalização » da
economia portuguesa.
O
ministro, porém, sublinhou que o acordo com a União Europeia pressupõe, ainda,
algum investimento em infraestruturas, como a ferrovia, escolas e outras, e que
Portugal «não vai passar do oito ao 80», ou seja, de uma lógica de «apostar
tudo em betão e infraestruturas, para passar a não apostar nada nessas áreas».
Sobre a
inauguração da estrada municipal, Humberto Oliveira, presidente da Câmara de
Penacova, afirmou que «após as obras de saneamento básico esta requalificação
era uma prioridade, uma vez que deixou a via muito deteriorada e as populações
sem alternativas ».
Funcionários da
autarquia com 25 anos homenageados pelo seu desempenho

Abílio Costa (título póstumo), António Ministro, Maria
Branco, Maria Clara M
ateus, Pedro Alves, Rui Fonseca Martins, Henrique Almeida,
Hermínio Martins, Paula Silva e José Henriques foram os funcionários da Câmara
de Penacova que receberam homenagens pelos seus 25 anos de trabalho no
município.
Humberto Oliveira realçou que este tributo se deve
«ao empenho e dedicação» dos funcionários em questão.

Joranlista Ricardo Busano