PROTESTO – Professora de Penacova em greve de fome

0
3

A professora do Agrupamento
de Escolas de Penacova iniciou ontem uma greve de fome em frente à Assembleia da
República como forma de protesto por não lhe ter sido concedida a rescisão do
contrato por mútuo acordo, como tinha solicitado.
Élia Teixeira, professora
de Inglês há 31 anos, actualmente a leccionar na Escola 2,3 com Secundária de
Penacova, pediu a rescisão por mútuo acordo no dia 19 de Dezembro de 2013, mas
o processo ainda não foi aprovado, o que motiva o protesto.
Em declarações à RTP, a
docente deu conta da sua indignação, dizendo estar em greve de fome exigindo
«respeito pela minha vida». «Querem brincar com a minha vida, então, eu estou a
dar-lhes oportunidades para brincarem a sério», afirmou, lembrando que o ano
lectivo está a ser preparado e a escola não estava a contar com ela.