BURLÕES “atacam” em Penela e Penacova

0
4

Passavam 25 minutos das 11H00 de
segunda-feira quando uma mulher de 83 anos foi abordada por dois indivíduos
junto da residência, em Penela. Os dois homens, bem vestidos e bem falantes,
falaram com a idosa dizendo-lhe que neste momento se estava a proceder à troca
de notas.
Trocam
notas por ouro para pesar
De acordo com informação de fonte da
GNR, a vítima terá indicado que não tinha notas na sua posse. Porém, os dois
homens, com cerca de 40 anos, questionaram a idosa se tinha ouro para pesar. Aliás,
terão insistido na questão do ouro depois de perceberem que a mulher não tinha
notas. Perante a insistência a mulher entregou um cordão de ouro e dois anéis.
Colocaram-se em fuga para parte incerta.
Queria
dinheiro para estudar e levou 400 euros
Mais tarde, cerca das 13H40, em Vale
Tronco, concelho de Penacova, um indivíduo aparentando entre 30/35 bateu à
porta de um idoso de 76 anos. De acordo com a GNR, o suspeito iniciou a
conversa dizendo que precisava de dinheiro para estudar e que pedia “apoio”.
Ao mesmo tempo que mantinha a conversa
avistou uma carteira em cima de um móvel e conseguiu “retirar cerca de 400
euros em dinheiro”. Na casa deixou um relógio e colocou-se em fuga, em direção
a Friúmes, num carro de cor escura. A GNR tomou conta das duas ocorrências que
estão a ser investigadas pelo Núcleo de Investigação Criminal de Coimbra.
Recorde-se que na semana passada, tal
como o Diário As Beiras noticiou, um casal foi burlado em Grocinas, Penela, por
falsos funcionários de um banco. Os burlões conseguiram fugir com 500 euros em
notas. As autoridades advertem que, apesar de uma nova nota de 10 euros ter
entrado em circulação, não há recolha ou troca de notas, nem as “antigas”
perdem a validade. | Rute Melo