ÓBITO – Faleceu o Marco Assunção

0
3
Marco
Manuel Fernandes Assunção faleceu ontem, com 36 anos, vítima de doença.
Carteiro de profissão e bombeiro nos Voluntários de Penacova, Marco tinha
iniciado há uns anos uma dura batalha contra uma doença do foro oncológico,
primeiro no fígado e mais tarde nos pulmões.
Numa
primeira fase, foi submetido a tratamentos de quimioterapia, mas a resposta
deixou de ser eficaz, e para que a esperança continuasse a pairar na vida de
Marco o tratamento da doença passou a ser feito através de comprimidos.
Todavia, cada caixa desses comprimidos tinha um preço de 4.886 euros, e o Marco
teria de tomar três. Dado o elevado custo do tratamento foi iniciada uma onda
de solidariedade em torno de Marco que mobilizou vários quadrantes da sociedade,
não só de Penacova, mas nacional, com várias iniciativas realizadas com o
objectivo de angariar a verba necessária para a compra dos medicamentos.
A
doença, no entanto, atraiçoou ontem o Marco. «O céu não ficou vestido de negro.
Está claro, luminoso, cintilante, vestido do mais azul celeste. É assim que te
recebe, é de lá que continuarás a dizer-me “temos que ser fortes” é de lá que
te continuarei sempre a ouvir ”conte comigo Comandante” », é uma das frases que
se pode ler na página oficial os Bombeiros de Penacova. O funeral de Marco
Assunção realiza-se hoje, às 15h00, do Salão Nobre dos Bombeiros de Penacova
para o cemitério do Caneiro, localidade onde Marco residia com a mãe.| DC