DIVISÃO DE HONRA – Vigor de Gala quebrou invencibilidade do União FC

0
2
11.ª
jornada
Turma de Fala
presenteou os seus sócios e simpatizantes com um triunfo sobre a formação de
Gavinhos que ainda lidera a Divisão de Honra 
Era apontado como jogo principal1 da
11.ª jornada e notou-se isso no Complexo do Vigor. O União FC viajou até Fala e
causou logo perigo ao guardião Ivo que, ao minuto 2, viu Balacov desperdiçar a
primeira oportunidade de golo quando se encontrava solto de marcação depois de
um excelente livre de Pedro Pimpão. Os locais reagiram 
bem com Sanches a colocar na corrida
de Diogo Alves que cruzou para João André cabecear para defesa fácil de Gonçalo.
Diogo Alves podia ter feito golo, aos 14’ e 18’, não fosse o guardião unionista
ler bem os lances e antecipar-se.
Os comandados de Rafael Silva estavam
por cima do jogo e voltaram a causar perigo. Mário Brito desmarcou-se muito bem
pela direita, cruzou para Diogo Alves que teve azar no ressalto e enviou a bola
ao lado do poste esquerdo de Gonçalo. O líder do campeonato voltou a causar
calafrios de bola parada. Pimpão cobrou o livre para Joel, que esquecido na área
e em posição irregular introduziu a bola dentro da baliza com o auxiliar a
anular o que parecia ser o primeiro do encontro. Aos 35’, Ivo ganhou “asas” e
fez uma defesa do “outro mundo” para a barra, na recarga Reinaldo introduziu a bola
no fundo das redes não contando, pois o assistente marcou posição irregular.
Pouco depois, Diogo Alves, que já tinha avisado, marcou mesmo: canto de Sanches
para o segundo poste com Diogo Alves a atirar para a baliza de primeira sem a
bola bater no chão (1-0).
O Vigor, bem moralizado pelo golo a
acabar a primeira parte, viu nos primeiros minutos da etapa complementar Diogo Alves
obrigar Gonçalo a uma defesa de recurso para canto. No lance seguinte, Reis
quase aproveitou a falta de comunicação entre Batista e Gonçalo para elevar o
marcador. Não foi Reis, mas sim Diogo Alves que voltou a introduzir a bola na baliza
dos visitantes depois de uma boa arrancada pela esquerda e fez assim o 2-0.
A turma orientada por Cláudio Garcia
podia ter chegado ao 2-1 logo a seguir, mas Ivo brilhou ao afastar a bola, por instinto,
da sua baliza. Aos 80’, Reinaldo caiu na área e o árbitro não hesitou em
apontar para a marca da grande penalidade com muita contestação por parte dos
jogadores e adeptos da casa. Pimpão não vacilou perante Ivo e colocou o
resultado em 2-1.
O líder União FC foi à procura do
empate , pressionou os anfitriões, mas o Vigor, fruto de um excelente jogo, deu
uma prenda de Natal antecipada aos seus sócios e simpatizantes e foi o primeiro
na Divisão de Honra a vergar o líder.
Arbitragem irregular