PATRIMÓNIO – “Penacova, o Mondego e a Lampreia”

0
1
Penacova,
o Mondego e a Lampreia é uma obra que se quer concelhia, mas almejando ser
nacional. Por entre as suas muitas páginas procurou-se espelhar as muitas
realidades que o nosso, ainda rico, património natural encerra em si — autêntico
e insuspeito tesouro que, cada vez mais, urge estimar, acalentar, defender e
conservar.
Lançado em 2010, constituiu um magnífico cartão de visita, que se tornou ainda
mais pertinente e simbólica, quando em todo o planeta se celebrava o Ano Mundial
da Biodiversidade.
Feito por
biólogos, nele transparece o amor incondicional pelas múltiplas facetas que a
Natureza assume — sejam aquelas feitas de matéria orgânica viva, seja ainda
aquela outra que se mostra por entre pungentes afloramentos rochosos, onde a
história da Vida e da Terra se vem escrevendo. 
Explora-se assim o exuberante
património biológico e os valores naturais de Penacova – aqueles já extintos,
na forma dos fósseis, e também aqueles que todos dias labutam e sobrevivem: os
peixes, os anfíbios e os répteis, as aves, os mamíferos e várias outras formas
de vida animal que pululam e desabrocham, um pouco por todo lado e por entre as
ramagens folhadas a verde, ou as agulhas dos pinheiro nas penedias.
Penacova,
varanda sobre o Mondego, serve também para introduzir os valores paisagísticos
deste rio tão português e da sua bacia hidrográfica. Correndo por entre rios de
palavras e marulhares de centenas de imagens, fotografadas ou ilustradas, criam
a ambiência certa para introduzir o protagonista maior — a lampreia-marinha.
Emblema
gastronómico desta região, é aqui apresentada em toda a extensão do seu ciclo
de vida, ilustrando as várias fases e transformações por que passa, os maiores
problemas que enfrenta, enquanto recurso natural, e recuperando ainda, para a
memória colectiva, o registo de algumas das anciãs e vetustas práticas
utilizadas na sua captura. No final, resta a gula e o modo requintado em
preparar, por entre séculos de ensaios gastronómicos, aquela que é, para
muitos, a Rainha das iguarias — assim também reconhecida pelos rituais da
Confraria da Lampreia de Penacova.

 “Penacova, o Mondego e a Lampreia”

«Penacova, o Mondego e a
Lampreia» é uma obra da autoria de Carlos Fonseca, docente no Departamento de
Biologia da UA, e de Fernando Correia, doutorando na UA, que espelha as muitas
realidades que o nosso, ainda rico, património natural encerra em si —
autêntico e insuspeito tesouro que, cada vez mais, urge estimar, acalentar,
defender e conservar. Foi publicado no Ano Mundial da Biodiversidade e teve a
sua apresentação no dia 28 de Fevereiro de 2010, por altura do Festival da Lampreia.

Penacova, o Mondego e a Lampreia

Fernando Correia e
Carlos Fonseca


ISBN:
978-972-99628-1-3


Edição: Câmara
Municipal de Penacova
(276 páginas profusamente ilustradas, 23 x 23 cm, capa dura e
sobrecapa)

Fonte: Naturlink