CABO VERDE – Exposição de fotografia memoriza o que a lava tragou em Chã das Caldeiras

0
3

A
Orquestra Clássica do Centro (OCC) inaugura sábado em Coimbra uma
exposição de fotografia que remete para a memória das gentes e dos
espaços que na Ilha do Fogo, em Cabo Verde, a lava sorveu na erupção
do vulcão de finais de 2014.

Na
erupção ocorrida a 23 de novembro de 2014, e que se prolongou
durante dois meses, os povoados de Portela e Bangaeira, em Chã das
Caldeiras, desapareceram debaixo da lava, e como elas as memórias
das vivências de milhar e meio de pessoas.

Debaixo
da Lava” é um registo fotográfico captado em 2002 e 2003 pelo
jornalista Francisco Fontes em viagens que realizou para reportagens
enquanto delegado da Lusa – Agência de Notícias de Portugal em
Cabo Verde.

São
meninos, muitos deles de pele de bronze e olhos verdes, supostamente
herdeiros dos genes de um “exilado” francês, que inventam
brincadeiras à sombra do vulcão.

Meninos
que aprendem entre meninos a esculpir da pedra de lava casinhas,
animais, cinzeiros e outros bibelots, e que à chegada das “Hiaces”
com turistas correm de mostruários de madeira nos braços, tentando
ganhar dinheiro para as suas famílias.

Memórias
de um ecossistema singular, que nos solos de lava oferece o néctar
vínico “Chã”. Lembrança do Sr. “Neves”, um nominho da
infância pela sua tez clara, o dedicado presidente da cooperativa de
vitivinicultores que resistiu até às últimas, não querendo
abandonar à fúria da lava a produção aí armazenada.

O
vulcão da Ilha do Fogo entrou em atividade na manhã de 23 de
novembro para a mais destruidora das erupções do último meio
século. A erupção só foi dada como terminada dia 8 do corrente
mês de fevereiro.

Ao
promover a exposição, a Orquestra Clássica do Centro pretende
também sensibilizar para a solidariedade com a população
desalojada, apelando aos cidadãos a contribuírem para a conta
aberta pela Embaixada de Cabo Verde e pela UCCLA (União de Cidades
Capitais de Língua Portuguesa) no Banco Millenium BCP – nº
45459173482 / NIB 0033 0000 454591734820 5.

Na
inauguração da exposição estará presente a Embaixadora de Cabo
Verde em Portugal, Madalena Neves.

Atuará
também um quarteto de cordas da OCC interpretando temas do
cancioneiro de Cabo Verde. Será ainda apresentado um excerto do
vídeo do concerto inaugural da Orquestra Nacional de Cabo Verde

A
OCC é membro fundador e integrante da Orquestra Nacional de Cabo
Verde, que se estreou em maio de 2014 na Cidade da Praia, capital do
país.

No
âmbito de uma candidatura aprovada pela Direção Geral das Artes, a
OCC desloca-se em breve a Cabo Verde para ajudar á consolidação do
projeto nascente de Orquestra Nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui