FUTEBOL DISTRITAL – Feira Nova recebe “cúpula de chefias”

0
3
22.ª
jornada
União FC quer
travar o Penelense em casa, numa ronda em que a Académica/SF é anfitriã do Ançã.


O Campo da Feira Nova, em Gavinhos,
vai apresentar domingo à tarde casa cheia, quando o União FC receber o
Penelense, em jogo a contar para a 22.ª jornada da Divisão de Honra da AFC, com
os dois clubes a surgirem separados por um escasso ponto.
O União FC, que divide a primeira posição
da tabela classificativa com a Académica com 47 pontos, encara este encontro com
a formação de Penela como um dos mais complicados até ao fim do campeonato.
Na memória dos penelenses está ainda
presente o nulo consentido perante os unionistas esta temporada, assim como o calendário
que não ajudou a um arranque moralizador, dificultando um pouco a tarefa de um
plantel obviamente experiente nas andanças da Divisão de Honra, com passagem recente
pelos campeonatos nacionais.
Também o União FC tem razões para não
duvidar do valor dos seus atletas que, esta  temporada, já amealharam pontos que lhes
permitem, não apenas olhar os adversários de cima, como também manter a chama
acesa no que concerne à luta pelo título.
Importante é também a partida agendada
para o Estádio Universitário, em que a Académica/ SF não quer abrir mão da excelente
campanha que está a efectuar, pese embora o Ançã seja um adversário bastante forte
mas que, esta época, ainda não encontrou a estabilidade desejada. No entanto, o
espírito de conquista dos ançanenses perdura, se bem que a moral esteja mais do
lado dos estudantes devido à sua posição na tabela.
O Febres, na 4.ª posição com 43 pontos
mas menos um jogo – em atraso com o Carapinheirense – tem uma deslocação
difícil à Pedrulha para defrontar a Académica/OAF. Trata-se de um encontro de
expectativas elevadas, depois de ambos terem vencido os respectivos jogos na
ronda anterior. Já a formação da Carapinheira, que em casa venceu o Cova-Gala por
4-1, desloca-se agora à Tocha, penúltimo da tabela e que no último confronto
perdeu em Febres por 2-0.
Na luta pelo título de campeão ganha especial
interesse o jogo entre União FC 
e Penelense

O Pampilhosense é anfitrião do
Condeixa, numa partida em que o factor casa pode desempenhar um papel
fundamental. Depois da vitória no Municipal de Condeixa, por 1-2, o Vigor volta
a actuar na qualidade de visitante, a fim de medir forças com “lanterna
vermelha” Arganil. Praticamente na mesma rota de viagem está o Eirense. A
derrota em casa pela margem mínima (0-1) com o actual líder Académica/SF,
coloca os “azuis e brancos” em posição de alerta, pelo que a visita ao campo do
Lagares da Beira não se afigura nada fácil.
No Cabedelo defrontam-se duas equipas
que respiram maresia por todos os poros, com o Cova-Gala a receber o Touring,
numa partida emotiva e de muita luta pelos pontos em disputa. 
Poiares ganha fôlego em Góis e joga
com Águias – 1ª Divisão AFC
O Poiares não desperdiçou a oportunidade
para vencer o vizinho Góis, por 3-0, e ganhar alento para receber agora o líder
Águias, em “voo” picado para outro patamar desportivo – a Divisão de Honra está
ao virar da esquina.
Num jogo de líderes e com 11 distantes
pontos a separar as duas equipas, uma derrota do Poiares, pode, no entanto,
provocar a aproximação repentina do Vinha da Rainha, caso vença em casa o Ac.
Gândaras. Um duplo deslize de Poiares e Vinha da Rainha pode ser aproveitado pelo
Góis, anfitrião do aflito Mocidade.
Depois de ter perdido pela margem
mínima (1-0) com o Águias, o Brasfemes recebe o Pereira, enquanto o Moinhos, que
goleou o Ribeirense (0-5), defronta agora o Marialvas. A Adémia, que vem de
três triunfos consecutivos por 2-1, é anfitriã do S. Mamede, enquanto que o S.
Silvestre recebe o “lanterna vermelha” Ribeirense, com o Lousanense a viajar ao
Complexo de Cantanhede para defrontar o Sepins, penúltimo na tabela.

Texto de Carlos Sousa