PRÉMIO BPI Capacitar – Associação Nacional de Intervenção Precoce (ANIP)

0
2
A ANIP 
Associação Nacional de Intervenção Precoce
 (Coimbra)
venceu o Prémio BPI Capacitar que distingue instituições com projectos que
promovem a melhoria da qualidade de vida e a integração das pessoas com
deficiência ou incapacidade permanente.


“Pelas
crianças, com as  famílias, criamos futuro!” é a missão da ANIP
(Associação Nacional de Intervenção Precoce), 
sediada
em Coimbra e recentemente vencedora do Prémio
 BPI Capacitar 2014 no valor de
19.640€
 para a
implementação de um projeto destinado à literacia emergente na cegueira –
Seis pontos a dançar contos vão contar – OLEC (oficina para a literacia
emergente na cegueira)”. 
Desde
1998 que a ANIP está no terreno e, com o objetivo de tornar a intervenção
precoce um processo transdisciplinar e centrado na comunidade e família, dedica-se,
atualmente, a ações relacionadas com o apoio
a crianças (0 aos 6 anos) com necessidades especiais, e às suas famílias
.
São 1200, as crianças a ser
ajudadas
 através de vários
projetos e iniciativas interinstitucionais (por exemplo, através de parcerias
com as Universidades de Aveiro, Minho, Porto, etc.).
Do
percurso da ANIP destacam-se, a Creche
e de um Jardim de Infância, 
fundadas
para poder oferecer bem-estar, a nível de equipa e infraestruturas, a crianças
com necessidades especiais e o
Centro de Apoio à Intervenção Precoce na Deficiência Visual
 (CAIPDV), para crianças com
Deficiência Visual, associada ou não a outras deficiências, em idades precoces,
em seis distritos da Região Centro (Coimbra, Aveiro, Leiria, Viseu, Guarda e
Castelo Branco). O centro visa  promover
e qualificar a intervenção na deficiência visual
 e já foi galardoado pela sua parceria
com as consultas de oftalmologia do Hospital pediátrico de Coimbra.
Para a
ANIP, o prémio BPI Capacitar, representa o reconhecimento do
trabalho que o CAIPDV desenvolve, mas também, e principalmente, a oportunidade
de tornar acessível as
crianças com cegueira em idade pré-escolar,
 o contacto com livros e materiais
adaptados com Braille, no sentido de igualar oportunidades.
Em
relação ao futuro, refere a instituição, que, “a
ANIP, manterá a sua bandeira de disseminação de boas práticas ao nível da
Intervenção Precoce na Infância, na certeza de que com um trabalho muito
próximo junto das famílias, será sempre criado um futuro para as suas crianças.”

Sandra Henriques
Para mais
informação sobre a ANIP: