CIÊNCIA VIVA – Colesterol elevado? Saiba quais são os alimentos a evitar

0
2

São cada vez mais numerosos os estudos que mostram que
os carboidratos (ou hidratos de carbono) prejudicam mais a saúde do que as
gorduras saturadas ao aumentar os níveis de açúcar e colesterol sanguíneo e ao
promover a diabetes tipo 2, as doenças cardiovasculares e algumas formas de
cancro. Está provado que basta uma dieta bem formulada com baixo teor de
carboidratos para melhorar muito os valores sanguíneos de colesterol,
triglicerídeos e glicose bem como para reduzir inflamações, tudo sem
necessidade de tomar comprimidos.
A Suécia foi o primeiro país ocidental a rejeitar uma
dieta baixa em gorduras em favor de uma dieta baixa em carboidratos, propondo agora
uma pirâmide alimentar (como a da imagem) onde os fornecedores de carboidratos
como os cereais e tubérculos estão no topo e os legumes, com valores quase
residuais de carboidratos, são a base da alimentação. As gorduras recomendadas
nesta pirâmide alimentar são as que se encontram naturalmente em alimentos de
origem animal e vegetal e as gorduras para cozinhar e temperar, são o azeite e
a manteiga para barrar o pão. As gorduras processadas como as margarinas
vegetais e os óleos alimentares devem ser evitadas o mais possível.
Se
tem o colesterol elevado, elimine os doces e os alimentos com açúcar adicionado
em fábrica como sumos, iogurtes, cereais de pequeno-almoço, bolachas e bolos,
diminua a ingestão de arroz, massa, pão e batatas e aumente a ingestão de sopa,
legumes e saladas. A fruta deve ser ingerida com moderação, dando preferência
às frutas menos doces, que têm menores teores de frutose. O peixe deve ser
preferido em relação à carne. Os ovos, por serem uma boa fonte alimentar de
proteínas com alto valor biológico e de várias vitaminas podem fazer parte de
qualquer refeição incluindo o pequeno-almoço.
O colesterol alto
resulta do elevado consumo de açúcares e não de gorduras saturadas como até
aqui se pensava.
Ana Carvalhas

Nutricionista, autora do blogue http://comerbemateaos100.blogspot.com
Ciência na Imprensa Regional – Ciência Viva