PENACOVENSES ILUSTRES – António Dinis recebe distinção pelo seu contributo para o Fado de Coimbra

0
2
A cerimónia comemorativa do Dia
da Cidade incluiu a entrega do prémio municipal Edmundo Bettencourt a António
Dinis, natural de São Pedro de Alva, Penacova, pelo trabalho musical “Coimbra Abril: fados em canções”. «Espero que a
música de Coimbra continue a florescer», diria o vencedor do prémio,
preconizando uma «canção de Coimbra mais profissional, mais rigorosa e mais
bonita», ao mesmo tempo que reconhecia em Edmundo Bettencourt uma das suas
influências musicais. Recordaria, a propósito, o momento em que o ouviu cantar
a “Samaritana”, para depois elogiar, na interpretação da mesma canção, o actual
presidente da Assembleia Municipal de Coimbra, Luís Marinho. No trabalho
vencedor, a voz de António Dinis é acompanhada pelos músicos Carlos Jesus, Luís
Marques, Diogo Passos, Arnaldo Tomás (guitarra clássica), Paulo Largueza e João
Martins (guitarras de Coimbra).

Dos três trabalhos submetidos a
concurso, «todos com qualidade e mérito», “Coimbra Abril: fados em canções”,
com 16 temas, destacar-se-ia, segundo o resumo da decisão do júri ontem lido, a
afinação da voz de tenor de António Dinis, entre outras qualidades do CD.

O vencedor do Prémio Edmundo
Bettencourt (no valor de cinco mil euros) actuaria mais tarde na inauguração do
Núcleo Museológico da Guitarra e do Fado de Coimbra, à Torre do Anto, momento integrado nas comemorações do Dia da Cidade de Coimbra.