SAZES DO LORVÃO – Polo das Contenças garante apoio a população sénior

0
2

Representa o mais recente
projecto, concretizado e em pleno funcionamento, do Centro de Bem Estar Social
da Freguesia de Figueira de Lorvão – Pólo de Sazes de Lorvão, e foi ontem
oficialmente inaugurado, embora esteja a funcionar há mais de um ano. Falamos
da Estrutura Residencial para Idosos e Centro de Dia de Contenças, que ontem
recebeu a visita formal do secretário de Estado da Solidariedade e Segurança
Social, Agostinho Branquinho.
Um momento que foi de festa na
instituição, que tem capacidade para 15 residentes, completamente lotada e com
lista de espera, assegura Luís Rodrigues, director de serviços do Centro de Bem
Estar, sublinhando que se trata da única estrutura desta natureza existente ena
freguesia. Na valência de centro de dia, a capacidade é para 20 utentes e,
neste momentos existem 15.
Uma valência que representa um
investimento «superior a 450 mil euros», que contou com o apoio de cerca e 150
mil euros, resultante de uma candidatura ao PRODER, a que se somam cerca de 100
mil euros de apoio da Câmara de Penacova e 108 mil euros doados pelos Compartes
da Freguesia de Sazes de Lorvão. O restante valor foi assegurado pelo Centro de
Bem Estar Social.
Concluída em finais de 2013, o
centro de dia e residência começaram a funcionar em Fevereiro de 2014, muito
embora só em Março passado tivessem sido rubricados os acordos com a Segurança
Social. Com esta unidade em pleno funcionamento, o Centro de Bem Estar Social
da Freguesia de Figueira de Lorvão já está a preparar-se para o próximo
desafio.
De acordo com Luís Rodrigues,
trata-se de um projecto centrado na área do apoio à deficiência e está a ser
preparada uma candidatura ao Portugal 2020. Uma resposta necessária que, neste
momento, está a ser assegurada na freguesia pela APPACDM de Vila Nova de Poiares,
em instalações cedidas pela instituição. O objectivo é, pois, de acordo com
aquele responsável, «transferir essa responsabilidade para o Centro de Bem
Estar Social». As “negociações” visando esta “passagem de testemunho”, estão em
curso, adianta, da mesma forma que está a ser reequacionando o projecto
inicialmente existente, que implicava um investimento na casa dos 1,5 milhões
de euros e que deverá ser “emagrecido”para cerca de um milhão de euros. DC
Veja mais em fotos AQUI