DECO – Desnecessidade de água filtrada! Desconfie das abordagens para controlo da qualidade da água…

0
1


A DECO – Delegação Regional de
Coimbra atenta às notícias da região centro informa que o uso de filtros para a
água da rede pública é dispensável.

Na verdade, temos conhecimento
que centenas de consumidores têm sido abordados telefonicamente por empresas de
comercialização de purificadores de água da torneira, que se disponibilizam a
fazer deslocações gratuitas às casas dos consumidores, com vista a efetuarem o
controlo da qualidade da água da rede pública.

O argumento passa pela distinção
dada à pureza da água filtrada pelos aparelhos purificadores em contraposição à
água da torneira.

Aos consumidores não é explicado
que a água da rede pública já é de boa qualidade, dado às rigorosas análises
que as entidades prestadoras do serviço estão obrigadas a efetuar.

Estes equipamentos são, em regra,
dispendiosos e apenas são úteis e eficazes no tratamento de água não potável.

Dada a importância do assunto em
questão a edição de Agosto da nossa revista Teste Saúde alerta para estas
práticas comerciais desleais.

Assim deixamos o conselho:

Se for abordado por comerciais
destas empresas de venda de filtros de água, saiba que, de acordo com a lei, o
recurso à celebração de um contrato para venda de um bem à distância ou no
domicílio dos consumidores, implica, sempre e obrigatoriamente, a existência de
um contrato escrito, em que se destaca a informação sobre o direito que assiste
ao consumidor de, num prazo de 14 dias, pôr fim ao negócio sem necessidade de
qualquer justificação.

Em caso de dúvidas ou conflito
não hesite em contactar-nos.

Tânia Santana
Jurista
DECO Coimbra