ELEIÇÕES LEGISLATIVAS – Coligação de direita vence em 10 dos 17 concelhos do distrito de Coimbra

0
2
Em todas as câmaras do distrito
lideradas por autarcas do PSD, a coligação de direita venceu: Arganil,
Cantanhede, Mira, Pampilhosa da Serra e Penela. Já o contrário não é verdade:
há 12 câmaras de maioria socialista, mas em cinco delas foi a coligação PáF,
que obteve maioria de votos ontem à noite: Góis, Oliveira do Hospital,
Penacova, Tábua e Vila Nova de Poiares. Portanto, a coligação ganhou em 10
concelhos, incluindo duas das quatro cidades: Cantanhede e Oilveira do
Hospital.
Traçando uma tendência de voto
nos concelhos do distrito de Coimbra, em comparação com os resultados das
Legislativas de 2011, constata-se que, em média, a coligação PSD/ CDS desceu
cerca de 8 por cento, o Partido Socialista cresceu cinco por cento, a CDU
manteve o resultado ou subiu um por cento em cada concelho e o Bloco de
Esquerda duplicou a votação de há quatro anos, passando à frente da CDU na
esmagadora maioria dos concelhos. Só em Penacova a CDU ficou à frente.
Poiares com a maior descida da PàF e maior subida do PS

A maior queda de votação da PàF
foi em Vila Nova de Poiares, com menos 14 por cento do que em 2011. Em
compensação o PS obteve aqui a sua maior subida, de nove por cento.
Por outro lado, mesmo com
quebras, foi em Cantanhede, Mira e Penela que a coligação obteve as suas
melhores votações por concelho, a rondar os 50 por cento, enquanto os melhores
resultados do PS, a rondar os 40 por cento, foram em Soure, Góis e Lousã.
Numa análise do distrito –
excluíndo os grandes concelhos de Coimbra e Figueira da Foz e apenas por
curiosidade – fica aqui o registo das três freguesias onde a PàF obteve
melhores resultados e onde, por seu lado, o PS conquistou melhores votações em
percentagem. Em Covões e Camarneira (Cantanhede), o PSD e CDS coligados
conseguiram 71,17 por cento, seguidos das duas freguesias que fazem parte do
concelho de Cantanhede: Seixo de Mira (69,2%) e Carapelhos (70,19%). As
melhores três votações do PS em freguesias do distrito foram Álvoco das Várzeas
(Oliveira do Hospital), com 53,11%, São João da Boavistas (Tábua) , com 47,93%,
e Gesteira e Brunhós (Soure), com 47,11%
Abstenção controlada Seguindo a
tendência nacional de redução da abstenção, este fenómeno no distrito de
Coimbra ficouse por 43,67%. O concelho com maior abstenção foi Mira, onde
metade da população não foi às urnas (50,27%). O concelho onde foi mais gente
votar, foi exatamente na sede do distrito, com 39,98% de abstenção.