AMBIENTE – Nove corporações do distrito de Coimbra estão inscritas no Quartel Electrão

0
3
São nove as corporações de
bombeiros voluntários do distrito de Coimbra inscritas no Quartel Electrão, uma
iniciativa que desafia os bombeiros a recolher o máximo de Resíduos Elétricos e
Eletrónicos (REEE) e Resíduos de Pilhas & Acumuladores (RPA), para que
sejam corretamente encaminhados para tratamento e valorização. Esta 2.ª edição
da iniciativa conta com 151 corporações inscritas, sendo que as vencedoras
ganham uma ambulância, equipamentos de proteção individual ou vales de
combustível.
Esta campanha tem como objetivo principal
incentivar as Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários (AHBV) e as
comunidades locais a reunir a maior quantidade possível de REEE e RPA, de modo
a, por um lado, minorar os seus impactos ambientais e, por outro, sensibilizar
a população para a importância do correto encaminhamento deste tipo de
resíduos. Simultaneamente, é uma forma de ajudar os bombeiros a cumprir a sua
missão de apoio às populações locais.
Corporações inscritas

No distrito de Coimbra, há nove
corporações inscritas: Argus de Arganil, Cantanhede, Brasfemes, Figueira da Foz, Góis, Montemor-o-Velho, Lagares da Beira, Penela e Vila Nova de Poiares . A nível nacional, o distrito com mais associações inscritas é Lisboa, com
18 participantes, seguido de Viseu, com 17 e Santarém, com 12.

Vários prémios a atribuir

 A corporação que maior peso de resíduos
recolher será premiada com uma ambulância de transporte de doentes. As
entidades que recolherem mais RPA e mais lâmpadas receberão equipamento
profissional de bombeiros no valor de 2.000 euros e 1.000 euros,
respetivamente. Haverá ainda cinco prémios per capita, constituídos por cartões
pré-pagos de combustível no valor de 1.000 euros cada. Estes serão atribuídos
às corporações que maior peso de REEE recolherem, relativamente ao número de
habitantes da sua área de intervenção. Todas as AHBV participantes receberão
ainda um prémio monetário por cada tonelada recolhida.
Pequenos e grandes
eletrodomésticos, computadores e torradeiras, entre outros velhos equipamentos
elétricos e eletrónicos podem ser entregues no quartel aderente mais próximo,
para ajudar a corporação de bombeiros voluntários local a vencer este desafio.