FRÍUMES – Associação de Caçadores promove a primeira de 3 montarias previstas

0
1
Javalis há e em quantidade
apreciável, garante Alexandre Duarte, secretário da Associação de Caçadores do
Alto Concelho de Penacova, que hoje promove a sua primeira montaria. Aliás,
aquele responsável admite que a população destes animais começa a ser
«excessiva» e a provocar danos, particularmente nas colheitas. Ainda
recentemente a associação foi alertada para um duplo ataque a campos de couves,
na freguesia de São Pedro de Alva, protagonizada por javalis que, em busca de
comida, “levam tudo pela frente”, destruindo as culturas.
«Controlar a densidade
populacional da espécie» é, sublinha, um dos objectivos das montarias, a que se
junta, necessariamente, o carácter lúdico e o espírito característico que leva
os amantes da caça a percorrerem quilómetros e quilómetros para participarem
numa caçada. Hoje em Penacova encontram-se, por exemplo, monteiros provenientes
do Norte do país, nomeadamente da zona de Vila do Conde, mas também de Águeda,
Lousã, Coimbra, Poiares e Condeixa.
Com a garantia da existência de
javalis, a Associação de Caçadores do Alto Concelho de Penacova preocupou-se,
nas últimas semanas, em garantir a necessária preparação da mancha, de forma a
que tudo esteja a preceito e os animais “não falhem”. E porque o “segredo é a
alma do negócio”, o local onde se vai realizar a caçada é mantido sob sigilo
até ao último momento. As possibilidades de escolha são, todavia, múltiplas,
tendo com conta que a associação gere cinco mil hectares» de território, que
incluem zonas de caça associativa e também municipal.
No ano passado, na primeira
montaria, realizada um pouco mais tardiamente, foram sete os exemplares
abatidos, recorda Alexandre Duarte, consideran do que este é um bom patamar de
referência para a caçada de hoje.
O programa começa bem cedo, com a
concentração dos participantes marcada para as 8h00, na sede da associação, em
Silveirinho, onde é servido o tradicional “taco”, o reforçado pequeno-almoço
típico destas jornadas, onde não falta a canja e uma grelhada mista. Um
«momento de convívio», sublinha Alexandre Duarte, a que se segue o sorteio das
portas e a partida para a mancha (zona da caçada). O regresso a Silveirinho
está previsto para as 15h00, e à sua espera os caçadores têm um apetitoso
bacalhau assado com batata a murro. Saciada a fome, é tempo para proceder ao
leilão dos exemplares abatidos, vendidos pelo melhor preço.
A montaria de hoje é a primeira
organizada, este ano, pela Associação de Caçadores do Alto Concelho de
Penacova, uma das entidades, devidamente credenciada, que assume a realização
de caçadas ao javali durante a época venatória própria. O calendário deste ano
já está está definido e a próxima montaria vai realizar-se no dia 20 de
Dezembro, enquanto a terceira, e última desta época, está marcada para o dia 31
de Janeiro de 2016. Os caçadores interessados em participar em qualquer uma
destas montarias podem efectuar a respectiva inscrição, junto de Alexandre
Duarte (969 137 269), António Gabriel (917 822 845), Carlos Ribeiro (963 681
781) e José Cartucho (916 390 943).