ACIDENTE – Colisão com três carros provocou três feridos na ponte do Cunhedo

0
2
Uma violenta colisão, envolvendo
três automóveis, provocou ontem dois feridos graves e um ligeiro, na Ponte do
Cunhedo, junto a Oliveira do Mondego, causando ainda o corte total do trânsito
durante mais de duas horas.
O acidente ocorreu pouco antes
das 9h00, sensivelmente no mesmo local onde anteontem à tarde se despistou um
camião, numa altura em que chovia e a via estava molhada, e numa zona onde não
existe separador central.
Por razões ainda por apurar, as
três viaturas, um Ford Fiesta, carrinha Opel Astra e um Opel Corsa,
envolveram-se numa violenta colisão, que deixou marcas bem evidentes,
especialmente nos primeiros dois automóveis.
Acidente grave
ocorreu no mesmo
local onde se
despistou um camião
anteontem à tarde
No Ford Fiesta circulava José
André Costa, de 25 anos, residente em Santa Comba Dão e filho do comandante dos
Bombeiros Voluntários daquela localidade, que ficou em estado considerado
grave. O segundo ferido grave é o condutor da Opel Astra, um homem de 56 anos,
oriundo da localidade de Matança, concelho de Fornos de Algodres.
O condutor da terceira viatura,
que ficou com ferimentos ligeiros, é um homem de 40 anos, que, informaram as
autoridades residir em Lisboa, muito embora a sua documentação refira ser
também originário de Santa Comba Dão.
A violência do acidente obrigou
ao empenho de elevado número de meios, nomeadamente por parte dos Bombeiros
Voluntários de Penacova, que fizeram deslocar para o local três ambulâncias,
uma viatura de desencarceramento e um carro de comando.
Devido à gravidade dos feridos,
também o INEM enviou para o local uma Viatura Médica de Emergência e
Reanimação, sendo que a ambulância de Suporte Imediato de Vida de Arganil
prestou socorro às vítimas, que foram encaminhadas para o Centro Hospitalar e
Universitário de Coimbra.
A colisão obrigou ainda ao corte
total do trânsito no IP3 até cerca das 11h30, hora a que os meios dos bombeiros
regressaram ao quartel, tendo o Destacamento de Trânsito da Guarda Nacional
Republicana redireccionando o tráfego para a estrada secundária que passa por
cima da Barragem da Aguieira.