DINHEIRO – Nova nota de 20 euros entra em circulação a partir de quarta-feira

0
4

No próximo dia 25 de novembro
entrará em circulação a nova nota de 20€. Trata-se da segunda série de notas de
euro, a série “Europa” e será a terceira nota desta série a ser lançada, depois
das notas de 5€ e 10€, pretendendo-se, com a mudança, melhorar a durabilidade
das notas, prolongando o seu ciclo de vida e modernizar os seus elementos de
segurança, tornando-as mais resistentes à contrafacção.
No desenvolvimento de um modelo
de policiamento de proximidade, a Polícia de Segurança Pública está a levar a
cabo a Operação Nova Nota de 20€ – A Nova Face do Euro, efectuando acções de
informação dirigidas, sobretudo, aos idosos, aos comerciantes e à população
escolar, grupos tradicionalmente considerados mais vulneráveis e mais expostos
à criminalidade.
Com essa iniciativa, a PSP tem
por objectivo a prevenção de situações de criminalidade associadas à entrada em
circulação da nova nota, entre as quais se destacam a passagem de moeda falsa e
as burlas. Nessas acções, os elementos policiais dão a conhecer os novos
elementos de segurança das notas e a forma de os identificar sem recurso a
qualquer equipamento, recorrendo ao método “Tocar, Observar e Inclinar”. Ao
tocar a nova nota, sente- -se a firmeza, a ligeira sonoridade do papel e as
pequenas linhas impressas em relevo nas margens da nota. Observando e
inclinando-a contra a luz, tornam-se visíveis, no holograma, os algarismos
representativos do valor da nota, o símbolo do euro (€) e a janela com o
retrato de Europa.
Além da atenção dada aos
elementos de segurança, é dada uma importância particular à informação de que a
entrada em circulação da nova nota será feita de forma gradual e prolongada,
que as notas “velhas” circularão a par das novas até indicação em contrário e que,
mesmo quando deixarem de ter curso legal, poderão ser trocadas em qualquer
banco. Por isso, a PSP alerta para que as pessoas estejam atentas a eventuais
passagens de notas falsas e às já conhecidas tentativas de burla ou de furto,
através de abordagens de falsos funcionários de bancos ou da segurança social,
com o argumento de que pretendem ajudar a trocar o dinheiro guardado por o
mesmo estar em vias de perder o seu valor.
Em caso de dúvida ou de
verificação de acções suspeitas, pedimos-lhe que contacte a força policial da
sua área de residência e que tenha sido alvo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui