EBA – Alunos comemoram o Dia Da floresta Autóctone

0
3


Alunos da Escola Profissional Beira Aguieira comemoram o Dia Da floresta
Autóctone com uma visita à Mata Nacional do Buçaco e ao Centro de Interpretação
Ambiental da Mealhada.
Os alunos do curso Técnico de Gestão do Ambiente e de Técnico Auxiliar de
Saúde da Escola Profissional Beira Aguieira realizaram, no passado dia 23 de
novembro, uma visita de estudo à Mata Nacional do Buçaco e ao Centro de
Interpretação Ambiental da Mealhada para comemorarem o dia da Floresta
Autóctone. Os alunos usufruíram de uma visita guiada pelos locais mais
representativos da mata do Bussaco. Onde a par de louriçais e carvalhais,
se salienta um habitat de excelência ‒ o adernal ‒ cuja atual distribuição
mundial se restringe à área da Mata Nacional do Buçaco. Os alunos foram
alertados para o problema das plantas exóticas invasoras e dos graves problemas
que estas causam na flora autóctone.
Foram convidados a participar no Projeto BRIGHT (Bussaco´s Recovery from
Invasions Generating Habitat Threats), que conta com o apoio da componente
Natureza e Biodiversidade do Programa LIFE+, tendo neste âmbito erradicado
algumas das plantas exóticas invasoras existentes na mata, nomeadamente a “erva
do diabo”, Tradescantia fluminensis. Utilizaram para
esse efeito a técnica do arranque, tendo posteriormente plantado
espécies autóctones nos locais antes ocupados pelas espécies invasoras
eliminadas.
Seguiu-se o almoço, servido no parque da cidade da Mealhada onde houve lugar
para o convívio e para degustar as deliciosas iguarias confecionadas pelo Chefe
António.

Os alunos dirigiram-se posteriormente para o Centro de interpretação
Ambiental, onde após uma breve apresentação sobre floresta autóctone,
realizaram a atividade “Peddy-paper autóctone” que se desenvolveu no parque
envolvente. Mais uma vez, puderam constatar a importância da preservação da
floresta autóctone. Para finalizar o grupo vencedor plantou uma árvore, um
medronheiro no parque da cidade da Mealhada, que está identificado com o nome
da escola.

Tiveram assim, ao
longo deste dia a oportunidade de conviver, de conhecer locais de grande beleza
e de exercer uma cidadania ativa e responsável em prol da conservação da
natureza e da biodiversidade.