FUTEBOL – União FC a mais para Vigor a menos

0
3

União FC e Vigor defrontaram-se
ontem à tarde num jogo em atraso referente à 5.ª jornada (devido à presença do
União FC, em fase avançada da Taça de Portugal).
A vitória por 2-0 premiou a
equipa que mais lutou durante os 90 minutos, foi um resultado justo, que até
poderia ter números mais gordos.
Durante os primeiros 15 minutos
nenhuma das equipas foi objectiva nem decidida, tacticamente ambas estavam a
cumprir o que os seus treinadores lhes pediam, e arriscaram pouco.
Mas com o desenrolar do jogo, o
Vigor foi revelando fragilidades na defesa e o União FC foi explorando essas
fragilidades.
Aos 23’, Reinaldo acertou no
poste na sequência de um pontapé de canto. O Vigor ia no contra-ataque tentando
equilibrar a partida, mas no minuto 41’ o guarda-redes do Vigor, Pedro, fez a
defesa da tarde, ao negar um “golaço” a Jeeci, que encheu o pé já dentro da
área e rematou colocado. A defesa evitou o golo e deixou o Vigor ir para
intervalo empatado, mas o domínio da formação da casa já se começava a
evidenciar.
Golos apareceram na segunda parte

Na segunda parte o União FC mexeu
na equipa e essa mexida trouxe mais clareza e objectividade às suas ideias.
Arriscou mais e foi para cima do adversário. O jogo passou a disputar-se perto
da baliza do Vigor.
Balakov, aos 52’, visou a baliza
do Vigor para mais uma grande defesa de Pedro, e, aos 58’, o inevitável
aconteceu. Reinaldo entrou pela área visitante, fintou dois adversários e no
“cara a cara” com Pedro, rematou forte para 1-0. O União FC marcou e
justificava-se essa vantagem, mas a formação do Vigor quebrou com o golo
sofrido, não aguentando o ritmo do União FC na segunda parte.
O conjunto de Fala ainda fez
mudanças na equipa e tentou reagir, mas a verdade é que essa reacção era quase
impossível face à superioridade que os homens de Figueira de Lorvão
demonstravam. Ganhavam todas as bolas divididas e apareciam na área quase
sempre em superioridade numérica.
Acabou por ser com bastante
naturalidade que, ao minuto 70’, após um cruzamento tenso de Lucas, Jeeci
desviou oportuno para o 2-0, um golo que não só os unionistas mereciam, como o
próprio Jeeci justificava. Era o jogador que mais procurava o golo desde o início.
Até final, o União FC esteve
sempre mais perto do terceiro golo, mas o resultado não se alterou mais.
Boa arbitragem.