PATRIMÓNIO – Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra aposta na captação de Arquivos Privados

0
2


A Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra (BGUC) acaba de receber parte
do arquivo pessoal de Joaquim António dos Santos Simõesantigo
diretor, ator e encenador do TEUC
 – Teatro dos Estudantes da
Universidade de Coimbra.
O espólio é relativo ao período entre os anos 40 e 50, e é constituído por
notícias, livros, revistas, fotografias de digressões nacionais e
internacionais (Brasil, Alemanha, Itália, etc.), relatórios de contas,
discursos e material de promoção do TEUC, entre outros documentos.
No ato da doação, a filha do antigo diretor do TEUC, Isabel Santos Simões,
afirmou não ter dúvidas de que o seu pai «gostaria que este espólio fosse
preservado
», acrescentando que «tratando-se de um vasto conjunto de
material relativo ao TEUC, fazia todo o sentido entregá-lo à Universidade de
Coimbra
Por seu lado, o Diretor-Adjunto da BGUC, Maia do Amaral, realçou a «importância
desta doação para a valorização dos arquivos pessoais, setor em que a
Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra já é excecionalmente rica
De acordo com aquele responsável, a BGUC está empenhada em «aumentar a
captação de espólios privados de antigos professores e de ex-alunos, que são
singulares e essenciais para estabelecer interessantes relações de valor
acrescido
Natural de Espinhal, Penela, Joaquim António dos Santos Simões nasceu a 12
de Agosto de 1923. Entre 1944 e 1947, na Universidade de Coimbra, participou
nas movimentações reivindicativas dos estudantes e dedicou-se ao TEUC, onde foi
ator, encenador e diretor. No ano letivo de 1950/51 foi eleito presidente da
Associação Académica de Coimbra (AAC), tendo concluído as licenciaturas em
Ciências Matemáticas e Engenharia Geográfica.

Cristina Pinto | Universidade de Coimbra