EBA | Alunos visitaram o Centro de Medicina de Reabilitação da Região Centro – Rovisco Pais

0
4
Os alunos do Curso de Técnico Auxiliar de Saúde do 1º, 2º e 3º ano (10º,
11º e 12º ano) da Escola Profissional Beira Aguieira – EBA realizaram no
passado dia 26 de fevereiro uma visita de estudo ao Centro de Medicina de
Reabilitação da Região Centro-Rovisco Pais, na Tocha, tendo como principais
objetivos identificar a importância do Técnico auxiliar de Saúde na equipa
multidisciplinar; conhecer as diferentes unidades e serviços tendo em conta a
natureza da prestação de cuidados; identificar a tipologia de equipamento por
serviço; perceber a importância de se atualizar e adaptar a novos produtos;
identificar a tipologia de materiais por serviço e visitar serviços clínicos
deste centro de medicina.
A visita teve início com uma apresentação no Centro de Formação desta
unidade de saúde permitindo aos alunos uma visão global dos vários serviços
aqui prestados.

Durante a visita os alunos tiveram a oportunidade de contactar com o Serviço
de Reabilitação Geral de Adultos que tem por missão tratar em regime de
internamento doentes com diversas patologias como, Acidente Vascular Cerebral,
Traumatismo Crâneo-Encefálico, Síndroma de Guillain-Barré, Esclerose Múltipla e
outras patologias do foro neurológico, politraumatismos, queimados, amputados,
Doença de Parkison, entre outros.
Na Unidade de Cuidados Continuados de Convalescença os alunos ficaram a
conhecer a especificidade desta unidade direcionada para doentes Pós-Acidente
Vascular Cerebral e Pós-Cirurgia do Aparelho Locomotor.
De seguida, o grupo visitou o Pavilhão Santana Maia onde são prestados os
cuidados de fisioterapia no ginásio terapêutico. Aqui, o grupo teve a
oportunidade de contactar com o setor de Desporto Adaptado Terapêutico o qual
pretende proporcionar aos utentes a prática regular de atividade física
adaptada, permitindo que usufruam dos benefícios associados à melhoria da saúde
e condição física, melhoria na qualidade de vida dos utentes.
A terminar a visita os alunos foram convidados a ter contacto com o
“andebol adaptado”. Esta experiência foi única para os alunos tendo ficado
sensibilizados para a importância da inclusão.
Este dia tornou-se único para todos os participantes conhecerem
instituições e serviços na área da saúde complementando a sua formação escolar,
profissional e pessoal, não podendo deixar de referir a disponibilidade total
de técnicos especializados desta instituição que acompanharam o grupo durante
todo o dia.