FUTEBOL DISTRITAL – Antevisão dos jogos do fim de semana

0
4


DIVISÃO DE HONRA
O Parque de Jogos Júlio Jorge
Simões, em Arazede, recebe, a partir das 16h00 de amanhã, um duelo entre os
extremos da Divisão de Honra AFC que pode, até, ditar a despromoção da formação
local do Águias caso não vença o encontro com o “todo poderoso” líder
Carapinheirense. Os registos, como só pode ser, são completamente diferentes
pois a turma da Carapinheira apenas perdeu por duas vezes e os comandados de
Miguel Mesquita já levam um total de 20 desaires sendo que, depois de terem
sido campeões da 1.ª Divisão Distrital na temporada passada, podem ser os
primeiros a descer ao segundo escalão quando ainda faltam disputar cinco
rondas.
Também o Sourense, vice-líder da
prova, visita a casa do “aflito” Lagares da Beira que, apesar de recentemente
ter subido de forma, ainda se encontra nos lugares de despromoção e a
necessitar de pontos. O União FC (Penacova), 3.º classificado, vai ao reduto do Vinha
Rainha (11.º) e joga na esperança que os dois primeiros possam perder pontos de
modo a diminuir a diferença de um ponto para o 2.º e de cinco pontos para o
topo.
Com o “top 3” a ser já uma
miragem matematicamente impossível, o Penelense luta para ficar entre os cinco
primeiros e recebe o Vigor (8.º) que também tenta terminar a prova o mais acima
possível.
Sourense e União FC esperam possível deslize dos pupilos de António
Cortesão para atacarem o título nas cinco rondas que ainda faltam disputar
Em Condeixa estarão em duelo o
5.º e 6.º classificados da competição com a Académica/OAF a querer agravar uma
segunda volta menos conseguida dos condeixenses que chegaram a figurar entre os
candidatos à subida durante algumas rondas.
O Ançã recebe a visita do Eirense
também na tentativa de chegar próximo do “top 5” sendo que a diferença entre o
5.º e o 10.º posicionados é de apenas seis pontos pelo que até ao final tudo é
possível.
Também o Pampilhosense segue
nessa luta e é visitado por um Poiares com Luís Girão, que liderou a equipa A
da Académica/SF no Distrital de Juvenis, a substituir Carlos Soares no comando
técnico da equipa que luta para não descer.
Em Febres, os locais pretendem
carimbar a manutenção o quanto antes e têm a visita do penúltimo classificado
da competição, o Cova-Gala, que combate para ficar na “elite” distrital.

1ª DIVISÃO DISTRITAL
«Queremos o Lousanense campeão».
Esta é a frase que, através de vídeos feitos por antigos jogadores e
personalidades ligadas à turma da Lousã, mais se tem visto através da página de
facebook do clube sendo que, a partir das 16h00 de amanhã, a equipa tem a
primeira oportunidade para se sagrar campeão da 1.ª Divisão Distrital e
carimbar a subida à Divisão de Honra no reduto do Góis (9.º) com este desafio a
ser o principal foco de atenção desta 23.ª ronda da prova.
Tocha e Sepins, vice-líderes da
prova com os mesmos 47 pontos, são visitados por Mocidade (Penacova) e Brasfemes,
respectivamente, e também pretendem ficar a um pequeno passo da promoção.
Quando faltam quatro jogos para o
epílogo da prova, Moinhos (4.º) e Pereira (5.º) ainda podem acalentar o sonho
da promoção mas, para isso, têm obrigatoriamente de vencer Adémia (8.º) e
Arganil (7.º), respectivamente, para se manterem na perseguição à dupla de
vice-líderes e na expectativa de algum deslize.
Na luta pela fuga aos últimos
lugares da tabela, o Eirense B (sub-23), “lanterna vermelha”, é visitado pelo
S. Silvestre (10.º) que busca o oitavo triunfo na prova e o Ac. Gândaras recebe
a visita do penúltimo Marialvas em jogos onde está em disputa o orgulho destes
emblemas que agora só pensam em não ficar nos mais baixos lugares do futebol
distrital.
André Freixo – Diário de Coimbra