GASTRONOMIA – Primeiro Dia Nacional assinalado a 29 de maio

0
3
O território nacional vai viver,
pela primeira vez, um dia dedicado à gastronomia. A data assinala-se após a
Assembleia da República ter aprovado, por unanimidade, em 2015, o projecto de
resolução que institui o ultimo domingo de Maio, de cada ano, como Dia Nacional
da Gastronomia Portuguesa. A iniciativa, que vai decorrer em Aveiro, a 29 de
Maio, foi ontem apresentada na Estação de Santa Apolónia, em Lisboa, «numa
emblemática relação com as linhas que percorrem o país, também elas nacionais,
tal como a gastronomia».
«É uma acção inédita,
diferenciadora e que revela a transversalidade do nosso país em termos
gastronómicos», frisou Olga Cavaleiro. A presidente da Federação Portuguesa das
Confrarias Gastronómicas (FPCG), entidade organizadora da acção, em parceria
com a AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal,
sublinhou que a gastronomia «é um produto qualificado, diferenciador,
turístico, de aproximação» e, acima de tudo, «um produto cultural e histórico».
O “prato forte” desse dia será
composto por uma selecção «dos melhores produtos nacionais, demonstrações de
cozinha onde as confrarias vão trabalhar com novos chefs e Escolas de Hotelaria
e diversos momentos de animação». Sob a chancela da FPCG, o renovado mercado
Manuel Firmino será o anfitrião da mostra de produtores portugueses –
«determinantes em toda esta cadeia de valor» – que terão em exposição, e para
venda, alguns dos mais característicos produtos endógenos de Portugal.
E porque se trata da “festa” da
gastronomia nacional, Olga Cavaleiro pretende que os «restaurantes, um pouco
por todo o país, se associem ao evento, disponibilizando ao longo de toda a
semana que antecede a iniciativa um prato da gastronomia regional a um preço
mais acessível».
Também as lojas de Aveiro,
adiantou a responsável, «serão desafiadas a decorar as montras com pormenores
alusivos à gastronomia nacional» e as famílias convidadas a aparecer, estando
prevista a oferta de «200 toalhas de piquenique» para que exista harmonia
familiar. Como prova que o Dia da Gastronomia tem a intervenção de várias
entidades, destaque, igualmente, para a «criação de um selo e um carimbo do
evento pelos CTT, bem como por uma refeição criada pelo “chef” Vítor Sobral que
a TAP apresentará, nesse dia, nos seus voos». Já a CP vai promover «uma viagem
especial sobre o Dia da Gastronomia».
Pedro Machado, presidente da
Turismo Centro de Portugal (TCP), considerou a gastronomia «um factor de
mobilização interna», referindo que a TCP se associou à acção por esta ser «uma
boa ideia, ter boas parcerias e revelar os valores identitários de Portugal».
Já o “anfitrião”, o edil de Aveiro,
Ribau Esteves, deixou uma saudação especial às confrarias pelo trabalho «de
amor que desenvolvem, muito importante para a promoção dos sabores supremos da
gastronomia portuguesa».
Ricardo Busano – Diário de
Coimbra